terça-feira, 11 de dezembro de 2012

H















Sei que dez anos nos separam de pedras
e raízes nos ouvidos

e ver-te, ó menina do quarto vermelho,
era ver a tua bondade, o teu olhar terno
de Borboleta no Infinito

e toda essa sucessão de pontos vermelhos no espaço
em que tu eras uma estrela que caiu
e incendiou a terra

lá longe numa fonte cheia de fogos-fátuos.

António Maria Lisboa
Poesia

Etiquetas: ,

73 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Finalmente vejo algo de interesse a despontar neste agreste horizonte desta impudica cidade: resort park da virgem!
Porra, já era altura da troika abrir os cordões à bolsa!

terça-feira, 11 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

ONDE ANDA O REI DA PEDRA? O GRANDE FLINTESTONE QUE ENCHEU A CIDADE DE GRANITO NO CHÃO,PAREDES ETC,ANDAVA TUDO BABADO AGORA OS QUE O ANDAVAM A ENGRAJAR E BAJULAR QUE PAGUEM OS 50 MILHOES?

terça-feira, 11 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

POR QUE ANDA A PROVEDORA DA ARRONCHES DESAPARECIDA,ALGUÉM SABE?

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O 1º nome da renovação que Sérgio Luz anunciou chama-se Massano Simões. BELA RENOVAÇÃO.
Dá para dizer "O BOM FILHO À CASA TORNA".
Sempre os mesmos. Esta lista está condenada ao fracasso.
Levem novamente o Roque e o Zacarias (os dois maiores criticos de sempre da AFPortalegre).

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

tirem a dina das urgencias aquela mulher é muito falsa muito perigosa muito autoritaria muito manienta muito mandona.. fora com gente daquele calibro..

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

essa puta da dina so se mete la com a malta mais nova porque equeles mais velhos ja sabem como ela é esses ela nao os pissa.. isso é uma vaca de todo o tamanho que la anda nas urgencias e ta la á meia duzia de meses e ja penssa que manda naquilo tudo mas eles fazem lhe a cama depresa...

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

AO QUE TUDO INDICA, UM DOS CANDIDATOS À ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE PORTALEGRE É SÉRGIO LUZ (61 ANOS). DE TODOS OS ACTUAIS E EX-DIRIGENTES COM MAIS DE 60 ANOS, O ÚNICO QUE AINDA NÃO MANIFESTOU INTENÇÃO DE FAZER PARTE DA LISTA FOI, CREIO, O MARQUÊS DE POMBAL (FEZ 313 EM MAIO). QUANTO À INCLUSÃO DE GENTE MAIS NOVA, NÃO HÁ NOTÍCIA. NÃO HAVERÁ POR AÍ UM JOVEM, NA FORÇA DOS SEUS, VAMOS LÁ, 55 ANOS QUE QUEIRA FAZER PARTE? ATENÇÃO: NÃO QUERO DE MODO ALGUM, FAZER DA IDADE UMA QUESTÃO CENTRAL NAS ELEIÇÕES. NÃO QUERO, MAS TAMBÉM VAI TER DE SER. PRIMEIRO, PORQUE ESTA LISTA NÃO APRESENTARÁ MAIS NADA PARA SE DISCUTIR. SEGUNDO, PORQUE A VELHICE SEMPRE ME FASCINOU.
APESAR DA IDADE DOS ELEMENTOS DA LISTA “MAIS DO MESMO”, TENHO DE CONFESSAR QUE ESTAS SERÃO CERTAMENTE AS ELEIÇÕES PARA A AFPORTALEGRE MAIS ESTIMULANTES DE SEMPRE, NA MEDIDA EM QUE MISTURAM DOIS TEMAS FASCINANTES: A ARQUEOLOGIA E O FUTEBOL.
É PRECISO ADMITIR QUE A VELHICE É, DE FACTO, MELHOR ALTURA DA VIDA PARA FAZER CARREIRA NA AFPORTALEGRE. SE, COMO É HÁBITO, DEIXARAM PROMESSAS POR CUMPRIR NOS SEUS CLUBES OU ASSOCIAÇÕES, PODEM AVANÇAR COM A DESCULPA DA PROVERBIAL FALTA DE MEMÓRIA QUE OS ATACA.

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Uma boa noticia: confirma-se que a troika mandou avançar com o projecto do Resort Park da Virgem.
Não se sabe exactamente o custo total do empreendimento mas fonte ligada a Administração não hesitou em referir, «um colhão de massa»!

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Quem é a gerente é de Arronches?

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Ao que tudo indica a Artenius Portugal (antiga fabrica de polimeros) sita no parque industrial da Selenis (antiga Finisisa) vai entra em insolvência já no proximo mês de Janeiro, está portanto na hora de os ratos começarem a abandonar o navio, para onde saltará o rato grande mais os seus fieis lambedores de cú?

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Hoje passei em Arronches a caminho de Elvas,embora leva-se os vidros fechados vinha um cheiro intenso a «ratas» confesso que fiquei o resto do dia com rebarba,estou a pensar as próximas férias já teem destino.

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Sou de Arronches.
O cheiro que sentias quando lá passaste, meu filho da puta,era o da rata da puta da tua mãe enquanto fazia motocross nos cornos do teu pai

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O pessoal de Portalegre, já nem aqui aparece. Roubaram-nos o blog

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

ze pintor foi pintar a casa do sr antonio e tava a montar a mulher deste quando de repente chega o marido! a mulher fugiu pra o quarto...ze pintor atarefado subiu a escada todo nu!o sr antonio subiu la a cima e perguntou:"tas a pintar todo nu porque??"o pintor responde:"nao quero sujar a roupa!"
sr antonio voltou a perguntar:"e de caralho em pe???"o pintor responde;"E pra pendurar o balde!!!

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

e sabem quem era esse senhor antonio ?

de arronches ...

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

eu sou de portalegre e venho ca cuscar todos os dias .


assiando: borges

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

as vizinhas andam a dizer que tu andas a deitar-te com o teu namorado!

- Ai mãe, as pessoas são tão faladores, uma pessoa deita-se com um fulano qualquer e já dizem que é o namorado!

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Com 47 anos de trabalho estou agora reformado e claro ROUBADO e de que maneira por esses bandalhos, que me consideram milionário com 15OO líquidos por mês,com 400 euros mensais por um T2, com um filho de 40 anos desempregado que tenho que ajudar e uma netita de 5 anos, com taxas moderadoras na única altura da vida em que preciso do SNS...
A caminho dos 70 anos a experiência diz-me que, para além de todas as verdades afirmadas no seu blog, e com que concordo, eu que fiz uma licenciatura a trabalhar e não a colar cartazes, a roçar o cú em qualquer Jota, ou a lambê-lo aos poderosos ditadores pós 25 de Abril, ao contrário do Dr Ervas (doutorado em burrologia) penso sinceramente que se não pusermos fim a esta situação, por todos os meios, serão estes os próximos passos do gang que nos governa:
1º Recriar a Pide para se sentirem mais seguros.
2º Iniciar uma espécie de holocausto XXI (à maneira do filho da puta do Hitler, talvez industriados por uma sobrinha-neta (?) deste, muito conhecida na Europa,dirigido primeiro aos velhos, depois aos doentes e finalmente, desempregados.
E então sim, as reformas estruturais de que fala o cara de grão de bico Gaspar, ficarão cumpridas, o país sem encargos sociais, os "SS" - Saúde e Seg. Social), que coincidência de iniciais a funcionar em pleno.

António Macedo.

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

…e só trabalhas-te 46 anos e com reforma. Imagina os mais velhos sem reforma.
Como eu já escrevi no blog, isto é um país de capados e cornos mansos.
Acreditar é preciso mas se recuares ao tempo da fundação deste país verás que a doença é crónica e de nascença.
Nunca fui de esquerda, já fui de direita mas de há uns anos a esta parte gostava mesmo era de ser era sniper porque assim já os tinha limpo a todos. Era pim-pam-pum, cada bala fodia um.
Os partidos, de uma ponta à outra, são apenas um meio para o enriquecimento rápido e ilícito de uma corja que nunca trabalhou na vida. Parasitas e “moscas-mortas” que nada sabem fazer na puta da vida.
Normalmente, quando escrevo, poupo-me ao vernáculo porque sinto que se o fizer estou a perder a razão mas neste momento já estou como tu. Sinto que chamar filhos de puta e estes brochistas do caralho que nunca deviam ter saído da cona da puta da mãe deles já é pouco e não me sinto suficientemente aliviado apenas com isso.
Aperta com eles :)

quarta-feira, 12 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

KUANDO SÃO AS ELEIÇÕES PARA A SANTA CASA DA ARONCHES?
VEJAM SE TIRAM DE LÁ A GAJA...

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Parece que o PSD de ARRONCHES não teve tomates para concorrer ás eleições da misericórdia de Arronches.Está-se lhe acabar o folego,já falta pouco para serem corridos á vassourada prá terra deles, só têm feito merda por lá.Mas também já se encheram, a vaidade já chegou aos carros topo de gama, á conta do zé.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Já por todo o lado se sabe que o candidato é o Gil e o nº2 o Carlos Amaral.
Esses são de Arronches.
enquanto os do Psd são de fora e fora com eles.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Outra vez o Gil? Um dos mais burros alunos que passou pelo Liceu de Portalegre não se amanhou o suficiente?

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

E que bom que eles sâo! O que vale e como se costuma dizer por detrás de dois parvalhões há sempre uma grande espertalhona, aturem-na cabrões.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

A sondagem de Arronches foi mandada fazer pelos dois chibatos que falaram ai atras.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Mas a malta da aldeia de Arronches não tinha já um blog?
Ou preferem o da cidade?

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Vamos eleger a puta da bela mirrado a presidente podem crer que ganha eheheh

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

A Senhora presidente da C. M. A. Engenheira Fermelinda Carvalho ficaria toda contente se fossem esses os concorrentes, Gil e Amaral à Câmara porque já sabia que ganhava, só a 4 anos, os eleitores,os funcionários da Câmara ainda se lembra dessas caras, tenham
juízo que já são crescidos.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Edital da Câmara de Portalegre. Novo acordo ortográfico ..." junto há piscina"


JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO GANDUM, CHEFE DA DIVISÃO FINANCEIRA DA
CÂMARA MUNICIPAL DO MUNICÍPIO DE PORTALEGRE. -------------------------------
Faz saber que, de harmonia com o despacho do Senhora Vice Presidente desta
Câmara Municipal de Portalegre, datado de 20 de Novembro do corrente ano,
ficam convidados todos os interessados a apresentarem propostas em carta
fechada, para apanha de azeitona, propriedade deste Município existente na Zona
Industrial, Bairro do Atalaião, Junto há Piscina Municipal e antigos viveiros; -------------
As propostas deverão ser entregues em subscrito opaco e fechado em cujo rosto se
mencionará “ Proposta para apanha de azeitona propriedade do Município “,
indicando igualmente a denominação do interessado; --------------------------------------------

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Já para não falar no "subscrito"...Pior que o AO é o analfabetismo funcional.

quinta-feira, 13 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Tristeza!! E andamos nós a pagar salários churudos a esta malta!

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Então e da casa dos segredos, não há novidades?
ouvi dizer que o pai natal vai deixar umas prendinhas para quem se portou bem...

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Com tantos funcionários parados, porque não apanham a azeitona?
Endividados mas com os vicios de sempre. Para o ano se calhar já apanham. Metam a concurso com carta fechada os lugares de dois mil euros, que para fazer tão pouco, eu aceito ganhar só metade.

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Casa dos segredos II

Esclarecimento
Não pude continuar a saga pois fui chamado a participar no festim. Quase fui descoberto e já tinha guia de marcha para os Açores, se não fosse o meu padrinho estava já a falar com sotaque de nisa.
Vejo no entanto que há por aqui alguns interessados e conhecedores dos concorrentes e seus segredos, podem portanto continuar a informar os leitores.
Com o ordenado que ganho não posso andar metido neste antro de má lingua e verdades, tenho de rezar com os meus.
Viva o contribuinte que pode sempre mais um bocadinho e sabe tão bem. Bom natal a todos, aguentem, que eu tambem já fui pobre.

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

com esta crise, este ano no natal ninguem dá nada..upss....á por ai alguns que sempre dão algo: o seu cuzinho...puxa prefiro ser forreta

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

João fodelhao ia no seu camião quando eis que viu uma freira a boleia. De imediato parou dando boleia a dita. Meu nome e joão sou do fundão e quem entra no meu camião não tem perdão. Ao que a freira responde. A frente e reservada a deus mas atrás tudo bem. Consumada a emrrabadela lá seguiram os dois .uns kilometros mais a frente joão com remorsos pediu perdão a freia , pois nunca tinha emrrabado nenhuma. Ao que a freira responde. Não faz mal, o meu nome e juvenal vivo no freixal e só ando assim vestido porque e carnaval

sexta-feira, 14 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

então a vaca da NATALIA a bombeira anda a mandar msg ao canarinho mas a mulher quer saber onde é a casa em alegrete pk vai la parti lhe o fucinho a cabrão da goncalo gosta de ser ja não é sozinho é uma grande puta eu posso dizer pk ja a comi e não sou bombeiro

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O anterior post é uma obra prima...
Não faço ideia de quem escreveu mas apresso-me a dar-lhe os parabéns. Um português escrito muito acima da média, uma critica acutilante ao partido no poder. Estou convicto que 90% dos habituais frequentadores do blog passam por ali como cão por vinha vindimada.
Um pedido ao seu autor: continue de caneta na mão a escrever coisas como estas! Tem um papel importante a desempenhar neste mundo muito embora por vezes esteja convencido que está a «deitar pérolas a porcos»...

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Quero felicitar o comentador do post anterior, disse 100% de verdade o que se passa nesta vila é uma grande vergonha,porque é que só os que estão na lista é que têm direito aos trabalhos bons e os restantes eleitores só servem para o voto? e os "amigos" chamemos assim os do comes e bebes dos vereadores lá no tal café do costume dão beijinhos e abraços, o dono do café la paga umas minis e uns petiscos aos afortunados políticos, que tão amigos são desse senhor que por trás das costas dizem mal deles a torto e a direito, e ainda assim arranjam um trabalho para o filho, mas não guardo rancor nem tenho inveja de tachos mal amanhados, pois para o ano la veremos quem fica com os tachos cagados

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

provavelmente até querias fazer isso tudo à Natália, mas ela não te deu bola. Fazes bem em vir para aqui desabafar, assim todos sabem as tuas frustrações, é sempre chato querer uma coisa e não a ter. Mas faz parte da vida. Desabafar faz sempre bem, alivia as magoas e as frustrações. Mas identifica-te sempre sabemos quem és.

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Ah e já agora quem é o canarinho e a mulher do canarinho, assim temos as personagens da novela, pode ser que haja por ai um talento escondido, todo o parvo tem uma arte.

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Não há ninguém acordado na pocilga? ou não gostaram de ouvir as verdades?

domingo, 16 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Nas proximas eleições votem no PSD... http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2012/12/17/desemprego-e-fome-disparam-pedidos-de-ajuda-em-portalegre

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Quem é que terá ensinado ao Barbas (filho) e à mulher deste, que o respeito se ganha pela arrogância e falta de educação?
Quilos de pedantismo pelos corredores desta cidade!

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

tivestes pouca sorte pk ela dá a todos ati não deupk ela so gosta de pixas grandes a natalia

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Mais um frustrado, aos poucos eles vão aparecendo, os frustrados. Vocês queriam....... pois temos pena..... fazem bem em desabafar. continuem

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O evento de Natal da Junta de Freguesia da Sé foi mais um evento a que a cidade de portalegre voltou as costas. A cidade está mesmo moribunda. As Freguesias dão cartas a portalegre. Que vergonha.

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Esse casal é um espetaculo!! Ela veio dos soburbios casou-se e julga que é gente!!

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

pessoal ja sabem da ultima da anabela mirrado?

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

nao me digas que a viram a dar uma foda?
Quem era o parvo desta vez

segunda-feira, 17 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

EU NEM ACREDITO NISTO:
O bispo das Forças Armadas, D. Januário Torgal Ferreira, garantiu ontem, durante a eucaristia de Natal na Igreja da Memória, em Lisboa, que não condena o padre L M M, em prisão domiciliária por suspeita de abusos sexuais a menores no seminário do Fundão, e apelou à tolerância dos fiéis.

terça-feira, 18 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Isso não serão demasiadas certezas? É que vi um documentário na RTP sobre fundos marinhos, onde, bem no meio de fumarolas de enxofre viviam umas criaturas de cor leitosa, despreocupadamente...

Se no anunciado alinhamento do Sol com o centro da nossa galáxia vier de lá uma descarga eléctrica astronómica (um raio que nos parta?!) podemos estar certos de que o mundo tal como dispomos dele hoje, totalmente dependente de satélites de comunicações para tudo e mais alguma coisa, acaba num ápice. Ai acaba, acaba! Só de pensar que podemos ficar sem telemóveis ou acesso à internet durante uns anitos, já morro de medo...

feliz natal e prospero ano 2013 se ainda ca houver cabroes ...

terça-feira, 18 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Acabar mesmo, mesmo, mesmo, não acaba nada, acabamos nós - estamos cada vez mais acabados! Se o mundo expirasse até talvez fosse bom - uma limpeza! Acabava-se com a fome, a guerra, a injustiça, a crise de uma vez, exterminava-se finalmente com a corrupção! Não seria preciso fazer mais cálculos, arranjar argumentos, culpados, prender alguém! Não seria bom? Digam lá? Foi o que pensei! Ora aqui está - um alívio colossal! Venham daí todas as conjeturas num tempo só, para não haja sequer espaço para duvidar!
assinado:
Joaquim montanelas

terça-feira, 18 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Cuidado com os do Fundão,protejam as nalgas,se fizerem favor!!!!!!

terça-feira, 18 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Essa do Fundão já a ouvi em qualquer lado. Será só no Fundão.Já há cuecas de lata a vender.

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O Apoio público do parvo e maluco do Raúl Mota,inserido no Jornal "Noticias de Arronches", á recandidatura da Fermelida Carvalho à Presidência da Câmara de Arronches, é tal e qual igual ao apoio do Miguel Relvas à eventual candidatura de Fernando Seara à Câmara de Lisboa, aguardemos para ver as cenas dos próximos capitulos...

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

E em Portalegre quem afinal do PSD? a Adelaide?

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

de certeza que é a adelaide. Disseram-me que o marido agora até vai às missas do padre marcelino fazer campanha! q vergonha! dantes era o ps agora é o psd... lol!!

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Afinal nem tudo o que se diz neste blog é mentira: o tipo de que falaram há tempos, que partiu a perna/pé (tinham dito pata!?!) na pista de dança de um Cruzeiro, enquanto a noiva o traía no camrote com um membro da tripulação parece que é namorado duma enfermeira do hospital. Fiquei curioso com a história e por isso fui investigar: apesar de ter muitos contactos lá, não foi nada fácil... mas fiquei a saber que, com traição ou sem traição, ouve viagem, houve pessoas que correspondem à descrição efectuada e houve um pé partido.

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Com tanta desgraça, desemprego, miséria e fome na nossa cidade e o anormal de cima está preocupado com um gajo que levou um par de cornos da namorada, que é enfermeira... Foda-se, puta que te pariu.

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Portalegre tem mais cornos do que a terra da Gabriela. Ponto final. E eu aprovo e divirto-me.

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

O hospital de Portalegre é quem mais contribui para a fabricação de cornudos na cidade. Operações e tratamentos podem não fazer bem, mas cornos, porém!

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Acham bem haver enfermeiras do hospital, que se vivem às nossas custas e andam de cu tremido em BMW brancos encornarem os namorados? Só uma catana pela rata acima. Putas de merda. Alguém devia ser responsabilizado por colocar qualquer merda sem rectidão moral na função pública. Se o Bem existir, tem de actuar e é já.

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Vai-te levar nas nalgas, não é só no hospital que há putas e porquê esse rancor todo contra as enfermeiras? Também foste encornado por alguma? LOlllllllllllllll

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Agora são as enfermeiras que não prestam ? Vai-te tratar à bruxa de Caia...

quarta-feira, 19 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

"Contei meus anos e descobri
Que tenho menos tempo
Para viver daqui para a frente,
do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado que futuro.
Sinto-me como aquele menino
Que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras come-as de forma displicente,
Mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo
para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões
Em que desfilam egos inflamados.

Inquieto-me com invejosos
Tentando destruir
Quem eles admiram,
Cobiçando seus lugares e sorte
Já não tenho tempo,
Para conversas Intermináveis,
Para discutir assuntos inúteis
Sobre vidas alheias,
Que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo
Para administrar melindres
De pessoas, que apesar
Da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafectos
Que brigaram pelo majestoso cargo
De secretário geral do Grupo Coral.

“As pessoas não debatem conteúdos
Apenas os rótulos”
O meu tempo é escasso
para debater rótulos,
Quero a essência,
A minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia,
Quero viver ao lado de gente humana,
Muito humana mesmo;
Que sabe rir dos seus tropeços
Não se encanta com triunfos,
Não se considera eleita antes do tempo,
Não foge da sua mortalidade,
Caminha perto de pessoas de verdade
E o essencial faz-lhe a vida valer a pena.

E para mim basta o essencial.

sexta-feira, 21 dezembro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

A taxa de mortalidade do Alto alentejo tÊm alguma coisa a ver com isto??!!
Gostava de ter informações pra um trabalhooo :)

terça-feira, 26 fevereiro, 2013  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter