quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

OS RESPONSÁVEIS DE PORTALEGRE DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E SEGURANÇA SOCIAL AINDA TEM PARA COMER?

Neste país não há um mínimo de vergonha, estamos entregues a Filhas(os) da Puta crápulas socialistas de merda.

Governo diz que não há atraso no pagamento de subsídio de desemprego
O pagamento de subsídios de desemprego de Fevereiro decorre "sem qualquer atraso", disse fonte governamental ao Económico.
"Os pagamentos de Fevereiro decorrem sem qualquer atraso em relação ao planeamento inicialmente definido", afirmou fonte oficial do Ministério do Trabalho ao Económico.

O jornal "Sol" noticiou hoje no seu site, citando um beneficiário, que o pagamento do subsídio de desemprego relativo a Fevereiro estaria atrasado e que só seria efectuado uma semana depois do prazo normal.

"Desconhecemos eventuais atrasos na distribuição e entrega de Vales Postais ou Carta Cheque", declarou a mesma fonte, que também sublinhou que "não existem dias fixos para o pagamento das prestações sociais, variando em função das datas em que ocorrem os fins-de-semana".
A realidade é outra, ninguém recebeu um cêntimo.

Há já desempregadas(os) com fome, nesta cidade, mas esta Filha da Puta crápula socialista de merda e os seus boy's de Portalegre andam anafados e de barriga cheia.




Eles andam a viver à nossa custa e a roubar-nos.
Ladrões!

Maria Silva

Etiquetas: , , , , , , ,

55 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Grandes filhos da puta!
Ladrões!
Parasitas!

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Era enviá-los a todos numa jangada de papel à deriva pelo mar fora,no entanto temos esta europa agora a nos encostar à parede e o que fazem os ditos opositores e defensores do povo?
Parece que anda tudo acanhado à espera que alguém comece o motim para irem para a rua gritar.

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Tenho pena dos verdadeiros desempregados, mas de todos aqueles que sempre viveram á conta da Segurança Social (vadios, ciganos e outros parasitas que vão para o inferno), ainda hoje vivem melhor que o pobre do trabalhador, passam a vida na pastelaria, fumam e bebem que se fartam e depois, fazem de coitadinhos, tenham mas é vergonha, a vida tá é para a vadiagem!!! essa cambada dão-lhe o dinheiro sem nada fazerem!

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

É uma tristeza o que se está a passar os desempregados. Estas mulheres e homens que descontaram ao longo da sua vida de trabalhadores e que lhes calhou na sina a perca do seu posto de trabalho e tem de recorrer ao desemprego, são confrontados com a falta de de pagamento por parte de vigaristas e ladrões que se governam com os seus descontos.Não se admirem que um dia destes um dos responsáveis desta situação sofra as consequências.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous João Manuel Lopes disse...

Eu, desempregado e minha esposa, doente, ainda não recebemos os nossos subsídios.Este mês devo comer pedras.Mas esses dois boy's do PS de Portalegre comem peixe do bom.Mas quando me cruzar com eles na cidade vão ouvir das boas.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

agora que meu pai está no quarto da nossa empregada moldova a ajudála a fazer a cama e minha mãe está a dar aulas no liceu, vou aparoveitar para escrever aqui umas coisas para não ser só o meu pai a fazêlo; os meus pais e meus avós andam muito contentes com a politica, dizem que agora os socialistas vão para a casa deles com a coisa da mãe ás costas e que o passos coelho está quasi a chegar ao poleiro, que o cavaco já lá está e a manuela já criou um governo sombra; dizem também que têm uma grande fézada que o lipinho e o engomadinho sejam futuros ministros e que todos juntos acabem com esta bandalheira de baixarem os ordenados aos senhores professores e que pelo contrario o psd renovado acabe com o irs, o irc e o maldito iva que torna as pulseiras em ouro cada vez mais caras; finalmente os trabalhadores terão empregos a dar com um pau e não haverá mais greves e faltas de respeito, infelismente o meu pai já saiu do quarto da nossa empregada (a água já corre no bidé) e eu tenho que acabar com esta redação para não levar mais um puxão de orelhas, beijinhos para todos menos prós socialistas que segundo o que ouço dizer cá na nossa casa são um cambada de cabrões.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

AHAHAH quem trabalha recebe a partir de dia 21, mas quem nada faz tem que receber antes!

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Victor Manuel T.M. Mendes disse...

Para o último comentador anónimo o subsidio é referente ao mês anterior.
Por isso não escrevas sobre o que não dominas.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous José disse...

Este governo só mente! Hoje de manhã, telefonei para a Segurança Social Directa e disseram-me que este mês o pagamento dosubsidio de desemprego estava atrasado e que só começava a ser transferido para as contas dos beneficiários a partir de 21/02. Porque é que não fixam um dia certo para o pagamento deste subsídio como acontece com as reformas? É que os desempregados também têm os seus compromissos com a EDP, água, gás, alimentação e esses não podem esperar que a S, Social pague quando lhe dá na cabeça!!
Srª. ministra, não minta mais!! ou toma medidas rápidas ou vá-se embora. Não tente é enganar os que mais precisam e diz aos jornalistas que não existem atrasos. Faça uma auditoria ao pagamento do subsidio e veja como estão atrasados novamente.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Sofia disse...

Sra Ministra não diga que não existem atrasos porque existem, eu também ainda estou à espera do subsidio, já vamos a dia 18 e nem vê-lo.
Podem não existir atrasos nos vales postais e cheques, mas por transferência bancária há de certeza então...
E agora as contas é a Sra Ministra,e responsável pela Segurança Social de Portalegre e responsável do Centro do IEFP de Portalegre, que me vão pagar...não é??
É fácil falar, pois tem o seu ao fim do mês e de certeza que não é um salário mísero....
Portugal, acorda para a vida!!

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Ana Martins disse...

Estou a receber o subsidio de maternidade e este mês ainda não o recebi. O mês passado recebi antes do dia 15 este mês dizem-me dos serviços que é a partir do dia 21. Mas em relação ao abono de família à 3meses que requeri o mesmo e ainda não há resposta. Se estivesse à espera dele para os meus filhos comerem já tinham morrido...

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Erro: 2,2 milhões de euros pagos indevidamente
Segurança Social duplica subsídios
Milhares de beneficiários terão de devolver o dinheiro aos serviços.

Um erro na introdução dos valores a pagar no Rendimento Social de Inserção (RSI) e nas bolsas escolares levou a Segurança Social a pagar dinheiro a mais a 41 500 dos seus beneficiários.
O erro recaiu sobre os pagamentos realizados em Janeiro, e, segundo apurou o Correio da Manhã junto do Instituto de Informática do Ministério do Trabalho e da Segurança Social, os montantes indevidos somam 2,26 milhões de euros.
Os serviços já detectaram o erro e estão no terreno a solicitar as devoluções aos respectivos beneficiários. Muitos, ao detectarem o engano, foram aos serviços da Segurança Social e devolveram o remanescente por iniciativa própria.
À medida em que forem identificados, os sujeitos que tiveram as prestações indevidamente pagas serão notificados para realizarem a respectiva reposição. Se não for devolvido o dinheiro recebido a mais, os acertos serão realizados automaticamente no pagamento das prestações de Fevereiro.
Para já, o Ministério de Helena André não vai levantar nenhum inquérito ao sucedido, uma vez que o erro foi imediatamente detectado e já foram accionados os respectivos mecanismos de correcção.
O problema esteve na não aplicação das regras que limitam o acesso ao RSI e acabam com a majoração das bolsas escolares.
Segundo as novas orientações, em vigor desde Agosto de 2010, apenas têm acesso ao Rendimento Social de Inserção os agregados familiares cujo valor total do património mobiliário (depósitos bancários, acções, certificados de aforro ou outros activos financeiros) de todos os elementos seja inferior a 100 612,80 euros no ano de 2010 (240 vezes o valor do Indexante de Apoios Sociais).

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

É mais uma demonstração da incompetência da segurança social, o estado social ao bandalho

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

O ordenado do director da segurança social de Portalegre continua a ser pago todos os meses e ele só trabalha (ele trabalha?) 2 dias por semana.

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Segurança Social envia mensagem aos recibos verdes com exemplos trocados


A mensagem enviada aos cerca de 250 mil trabalhadores por conta própria - habitualmente designados por recibos verdes - pretendia esclarecer as alterações que o Código Contributivo trouxe nas suas contribuições para a Segurança Social. Ou seja, o que mudava já em Fevereiro, o que se aplicava de Fevereiro a Setembro próximo, e o que mudaria a partir de Outubro, quando se aplicasse totalmente o novo regime.

Mas apresentaram um exemplo quantificado que não se aplicará ao período de Fevereiro a Setembro. O caso, com valores de contribuição mensal, baralhou os destinatários da mensagem. E os telefonemas para os call-center da Segurança Social não pararam e o próprio site do movimento que contesta o uso abusivo dos falsos recibos verdes empancou, contam os seus gestores.

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Código a várias velocidades

Até agora, os trabalhadores a recibo verde escolhiam o escalão de contribuição e descontavam sob dois regimes diferentes: o obrigatório, com uma taxa de 25,4 por cento, e o alargado, com uma taxa de 32 por cento.

Mas o Código Contributivo alterou tanto a base de incidência como as taxas a aplicar. O trabalhador deixou de poder escolher a base de incidência e esta passou a ser de 70 ou 20 por cento do rendimento obtido, consoante se trate de prestadores de serviços ou de comerciantes. E criou-se um escalão mínimo mais baixo do que o actual. O escalão mínimo passou de 1,5 para 1 Indexante de Apoios Sociais (o IAS está fixado em 419,22 euros). Já as taxas fundiram-se numa só.

Uma versão inicial do Código prometeu um desagravamento para todos os trabalhadores independentes ao adiantar uma taxa de 24,6 por cento. Mas, posteriormente, passou para 29,6 por cento (com excepções para os agricultores e pescadores, com uma taxa de 28,3 por cento).

A confusão instalou-se porque a base de incidência e taxas não entrarão em vigor ao mesmo tempo. Até há bem pouco tempo, não se sabia como iriam ser aplicadas as novas regras. Nem os serviços da Segurança Social estavam em condições de dar esclarecimentos. Só no final de Janeiro surgiram as explicações oficiais.

As novas taxas vigorarão já para a contribuição deste mês de Fevereiro. Mas a nova base de incidência apenas vigorá a partir de Outubro próximo, uma vez que constitui o início do período de contribuição de 12 meses. De Fevereiro a Setembro, determinou-se que se congelaria a base de incidência até agora declarada.

Ou seja, em termos práticos, as cerca de 111 mil pessoas que estão no regime obrigatório verão a sua taxa agravada de 25 para 29,6 por cento. Já os 140 mil que estão no regime alargado vão sentir um desagravamento.

124,09 ou 186,13 euros?

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Mas a dúvida instalou-se a partir do momento em que os recibos verdes receberam a mensagem de email.

A mensagem referia o exemplo de um trabalhador que recebe 13 mil euros anuais. A sua base de incidência seria de 70 por cento dessa quantia - 9100 euros (758,33 euros mensais). Ou seja, corresponderia a 1,81 vezes o IAS e, portanto, ao segundo escalão de tributação (1,5 IAS), que - mercê da lei - poderia cair para o escalão imediatamente inferior - o primeiro escalão (1 IAS).

A mensagem concluía assim que esse trabalhador iria pagar 124,09 euros, ou seja, 29,6 por cento de 419,22 euros. Só que, segundo o próprio guião distribuído pelos serviços da Segurança Social, "até Outubro de 2011, altura em que os trabalhadores independentes serão posicionados de acordo com os rendimentos relevantes de 2010, a base de incidência contributiva mantém-se, só as taxas contributivas mudam".

Como até agora a esmagadora maioria dos recibos verdes optou por descontar pelo escalão mínimo da anterior tabela - 1,5 IAS -, a contribuição seria bem maior do que a anunciada no email. Até Outubro próximo, refere o manual,"quem está no primeiro escalão (a descontar sobre 1,5 IAS) continuará a descontar sobre a mesma base de incidência contributiva (628,83 euros), pagando mensalmente 186,13 ou 177,96 euros, no caso das excepções do Código. Mas nunca 124,09 euros.

As vicissitudes na aprovação e adiamento na entrada em vigor do Código Contributivo parecem ter complicado um atempado esforço de esclarecimento dos trabalhadores contribuintes. Por outro lado, se o novo Código pretendeu aproximar as regras de tributação entre a Segurança Social e o fisco, não salvaguardou a situação dos falsos recibos verdes que continuam a descontar o dobro de um trabalhador assalariado, quando a sua função é semelhante e, ainda para mais, sem apoio no desemprego

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Vara passou à frente de utentes em centro de saúde
Armando Vara passou ontem à frente dos utentes num centro de saúde em Lisboa e "ordenou" a uma médica que lhe passasse um atestado porque tinha pressa para apanhar o avião, noticiou a TVI 24.
A TVI 24 chama "escândalo" ao que ontem se passou no centro de saúde de Alvalade. De acordo com a estação de televisão, o ex-ministro socialista Armando Vara entrou gabinete de uma médica, passando à frente de toda a gente que estava à espera e "deu ordens" para que lhe fosse passado um atestado.
Vara terá dito à médica que estava com pressa para apanhar o avião e acabou por ser atendido antes dos outros utentes, mas a directora do centro de saúde, Manuela Peleteiro, disse à televisão que a médica não percebeu que o arguido do caso Face Oculta não estava a ser atendido na sua vez e passou propositadamente à frente de toda a gente.
Confrontado com a situação, um dos utentes apresentou queixa no livro de reclamações centro de saúde.

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Instale idosos nas prisões e os infractores em lares.



Assim, nossos idosos têm acesso a um chuveiro, passeios, medicamentos, exames odontológicos e médicos regulares.
Receber cadeiras de rodas, etc
Receber o dinheiro em vez de pagar o seu alojamento.
Teria direito a vídeo vigilância contínua, que permite imediatamente receber assistência depois de uma queda ou outra emergência.
Limpeza do quarto, pelo menos duas vezes por semana, roupas lavadas e passadas regularmente.
Um guarda visita a cada 20 minutos e podem receber refeições directamente no seu quarto.
Ter um lugar especial para atender a família.
Ter acesso a uma biblioteca, sala de ginástica, fisioterapia e espiritual, bem como a piscina e até mesmo ensino gratuito.
Pijamas, sapatos, chinelos e assistência jurídica gratuita, mediante pedido.
Quarto, casa de banho e segurança para todos, com um pátio de exercícios, rodeado por um belo jardim.
Cada idoso teria direito a um computador, rádio, televisão.
Teria um "conselho" para ouvir denúncias e, além disso, os guardas terão um código de conduta a ser respeitado!

Moral:

Politicamente é correcto dar condições de existência a todos, mesmo aos reclusos.
Agora, o que não é admissível é a inversão dos valores em que se assiste à defesa dos mais fortes contra o desleixo dos que não se conseguem defender, como é o caso dos idosos e doentes.
Além do mais, é imoral que a sociedade se preocupe mais com aqueles que a não respeitam, que a atacam a cada dia e que a subvertem.
Que tal se sentem os que passaram uma vida a trabalhar para receberem umas migalhas em troca na sua velhice e sejam atacados directamente por aqueles a quem têm de sustentar???


A vida não é justa... mas não é necessário exagerar ...

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Quem são os Arriagas? Não me digam que são os gajos que fazem a administração do prédio onde funciona o escritório de advogados? Esses é gente fina há 3 semanas que iniciaram obras num apartamento no 3º andar do prédio, sabem quantas vezes foi limpo o elevador onde é transportado entulho, cimento, areia, etc. ZEROOOOOOOOOOOOOO, imaginam o transtorno que isso causa aos restantes 18 inquilinos, que têm que levar tudo isso agarrado aos pés? Mais a fechadura da porta principal durante o dia o trinco automático é uma almofada de sacos plásticos à noite é fechada e impossível de abrir por fora com chave está avariada ou por dentro porque os intercomunicadores não funcionam, então se alguém precisar entrar à 1 ou 2 horas da m manhã obriga a que se faça um telefonema para a casa pretendida e depois quem estiver a dormir acorda sobressaltado, veste o roupão e vem ao r/c abrir a porta. Alguém dizia há dias isto só porque são advogados, eu respondi isto só porque é gente sem carácter, nem um prédio velho sabem administrar mas o menino queria ser deputado.

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Finalmente, aparece um assunto que interessa, pelo menos ainda não foi (avacalhado).Vou contar-vos mais uma história real da nossa Segurança Social Um menino saiu de carro, não aquele que o papá usa, não aquele que a mamã usa, mas um terceiro, há dinheiro para 3 carros certo? E para 3 seguros, certo? Se o menino saiu de carro, há dinheiro para a gasolina, certo? O menino embebedou-se, há dinheiro para a bebida, certo? No regresso a casa o menino caiu numa operação Stop e acusou excesso de álcool os GUARDAS são maus não desculparam o menino e enviaram-no a Tribunal, agora os papás são pobres não têm dinheiro para pagar a um advogado, mas as Srªs Assistentes Sociais são boazinhaaaaaaaaaaaaaaas Já disponibilizaram um advogado para o menino, que continua a deslocar-se de carro que consome gasolina todos os dias. Mais o menino é estudante e até tem direito a passe, mas isso á pra putos ele já tem mais 18 anos.Uma família vive com vencimento minino e um subsídio de desemprego, o filho está no Ensino superior não tem direito a abono de família. A Bem da Nação, A Bem da Segurança Social de Portalegre que também analisa os processos. VIVA A CORRUPÇÃO

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Oh meu grande parvo, em Fevereiro esta a pagamento o mês de Fevereiro, paga-se o mês actual! Se não sabes, procura informação!

domingo, 20 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

hoje foi domingo mas mesmo assim a minha mãe foi trabalhar para casa do seu colega professor mário, foram preparar a próxima manif organizada pela frenprof; o mário é muito engraçado apesar de ser duas vezes divorciado e minha mãe quando o visita regressa sempre muito alegre e bem-disposta; o meu pai esteve toda a tarde com dores de cabeça e a nossa empregada moldova teve que o assistir com comprimidos e chás de lúcia-lima; eu aproveitei para vir para aqui para o seu pc fazer mais uma redacção sobre política, coisa de que muito se fala aqui na nossa casinha, segundo ouvi dizer ao meu avô o feirante estava a preparar-se para se colar ao passos coelho mas este deu-lhe para trás pois não andámos estes últimos cinco anos a afiar a faca para agora darmos o chouriço ao bandidola que deitou o cavaco abaixo quando ele era primeiro ministro; pena é que não se possa votar a moção dos bloquistas pois ficávamos já despachados dos socialistas e os nossos térinho e lipinho seriam ministros ainda antes da primavera, nestas coisas há que esperar com paciência pois o fruto tem que cair de maduro para o povo não desconfiar que os que se seguem são exactamente a mesma merda dos que saem pela porta do cavalo ; quanto aos putos que preparam a manifestação ao som da deolinda que se ponham a pau porque quando isto começar a funcionar a sério há uma enxada para cada um vir plantar trigo e batatas aqui para o alentejo, ou queriam já automóvel, telemóvel e chofer? se calhar até queriam as nalgas lavadas com água de colónia… bom tenho de acabar por que já sinto a água a correr no chuveiro e meu pai não tarda a vir para aqui para entrar no facebook, adeus beijinhos e até à próxima.

domingo, 20 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Mas quem são esses Arriagas? Constantemente ouço falar neles!!
Disseram-me que são advogados, mas nunca vi tal gente no tribunal ....
Ultimamente aparecem por cá uns arrivistas e....puff!!!! estão em todo o lado!!!!
Portalegre, Portalegre vais no bom caminho.....

domingo, 20 fevereiro, 2011  
Anonymous Tânia disse...

54 mil licenciados no desemprego
- E os burros somos nós ?

domingo, 20 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Quem chama aos Arriagas- advogados, chama á minha "gaita" um assobio.

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Esta cidade está entregue aos bichos!!!!
Para onde quer que se olhe só se vê gente com mania mas que não têm onde cair mortos!!!!
É ir vê-los no "Diamantino" cada um a ver se consegue ser mais cagão que o outro e a fingir que lêem jornais!!!!!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Não me digas que...

Eu já timha visto um porco a guiar uma biciclete! Agora um analfabeto a ler um jornal...

...nuca!

Amanhã vou lá tomar um café e tirar um retrato!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Não posso estar mais de acordo!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Portalegre é uma anedota!!!!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Segurança Social: "Só hoje começaram a sair cheques" do subsídio de desemprego

Rita Paz
21/02/11 15:45

A taxa de desemprego subiu para 11,1% no quarto trimestre.

Governo mantém que pagamento do subsídio de desemprego decorre "sem qualquer atraso", mas linha de atendimento da Segurança Social admite que "só hoje começaram a sair os cheques".

As prestações sociais não têm um dia fixo de pagamento, mas vários beneficiários queixam-se de um "atraso" no recebimento do subsídio de desemprego relativo a Fevereiro face ao que é habitual.

Contactado pelo Económico sobre estas queixas, fonte oficial do Ministério do Trabalho reiterou o esclarecimento dado na sexta-feira passada: "Os pagamentos de Fevereiro decorrem sem qualquer atraso em relação ao planeamento inicialmente definido" e desconhece-se "eventuais atrasos na distribuição e entrega de Vales Postais ou Carta Cheque".

Já a linha de atendimento da Segurança Social admitiu que "só hoje é que começaram a sair os cheques" relativos ao subsídio de desemprego de Fevereiro, pelo que o recebimento deverá acontecer dentro de "três dias".

Diário Económico

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

E TODOS SEREMOS UM…

Dizem pr’aí que não sirvo?
Dizem pr’aí que não presto?
Vamos sair para a rua
Todos juntos num protesto!

Todos juntos, lado a lado,
Gritando numa só voz
Que já basta, estamos fartos
Que façam pouco de nós!

Pode ser que o “mexilhão”
Assim saído da casca
Faça ouvir a sua voz
E ponha o “poder” à rasca!

Tendo ou não tendo trabalho,
Sendo estável ou precário,
Amigo, junta-te a nós
Num abraço solidário.

Sem partidos ou bandeiras
Que nos venham dividir,
Sem deuses e sem gurus
Que nos queiram conduzir…

…No dia 12 de Março
Numa pacífica acção
Lá estaremos “à rasca”
No meio da multidão.

E a força da razão
Espalhada na cidade
“Escreverá” nas esquinas
A palavra Liberdade…

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Digam não á moção de censura!!
Já que os socialistas fizeram merda (sim, porque a merda está entre e dentro deles), que aguentem com ela até ao FIM!!!!!

cambada de fúteis...

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

esse sim, é um tema importante...Isso sim faz diferença no nosso dia-a-dia!!
Cuscar é bem mais fácil...
Vamos fazer qq coisa de benéfico, qq coisa que faça reavivar Portalegre, qq coisa que seja útil para a nossa cidade!!
Sejamos empreendedores e não básicos!
vá lá a ver!!!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

E o que dizem de ontem Domingo , haver quase 10 autocarros espanhóis em Portalegre e não haver sitio para eles comerem ?

Se cada autoccarro trouxer 50 pessoas , eram 500 almoços.

Mas não, Domingo é para estar fechado.

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

cambada de vadios!!vao masé trabalhar e meter o cu na cozinha!

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

mas quem é que é esse tal cavalheiro que parece que vai ser o novo chefe de gabinete do Mata Cáceres?
Bem sei que é só mais um depois de tantos e que não dura grande coisa mas mesmo assim gostava de saber quem é porque ninguém sabe onde é que o Cáceres foi arranjar a nova peseta.

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Alguém aqui falou acerca daqueles que assiduamente frequentam a pastelaria do Diamantino. Penso que este é um tema interessante para se discutir e ao mesmo tempo fazer uma análise sociológica daquele fenómeno. Conheço muitas pessoas que evitam aquele acesso ao centro comercial porque não querem ser "despidas" por aquela quantidade de vermes aposentados que por lá para. Antigamente havia os tonques de lavadeiras ondes se discutia a vida alheia, em Portalegre existe o Diamantino, que ao que parece só é ferquentado por gente perfeita e pura devidamente habilitada para criticar os que lá entram e os que passam.
Senhor Diamantino isto não é para si mas para alguns clientes seus.
A Bem de Portalegre
Salvador

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Infelizmente isto é mais que verdade.
O aquários está repleto de vermes.

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Alguem sabe se é verdade aquela história da caixa multibanco da Seg. Social, onde a cuba de 5 euros tinha notas de 10 e montes de gente andava a levantar 20 euros para receber 40?

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Eh pá e ainda dá disso?

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Uma análise sociológica séria sobre o «fenómeno Diamantino» exigia conhecer o passado de Portalegre antes 25 de Abril de 74.

Reflectindo os efeitos do regime latifundiário, a camada social mais elevada frequentava o Tarro onde se reuniam todos os domingos de manhã as «damas mais» do pequeno burgo. Com a industrialização de Portalegre levada a cabo sobretudo pelos irmãos Fino, esse grupo de madames foi alargado às profissões liberais e quadros superiores das empresas.

Hoje o Diamantino alberga uma cambada de maus imitadores desses tempos. Analfabetos maldizentes, mulheres que há muito perderam o poder de sedução, industriais arruinados, professores reformados e muitos bancários há muito tempo arrumados na prateleira.

Apanágio tétrico de um país de velhos sexualmente frustrados.

******

A serious sociological analysis on the 'phenomenon Diamantino' demanded to know the past of Portalegre before April 25 of 74.

Reflecting the effects of the scheme Squire, the layer higher social frequented the Tarro where they meet every Sunday morning at 'more ladies' of the small town. With the industrialization of Portalegre carried out mainly by the Fino’s Brothers, this group of housewives was extended to the professions and senior management of companies.

Today, Diamantino is home to a bunch of bad imitators of those times. Slanderers illiterate, women who long ago lost the power of seduction, ruined industrial, banking and many retired teachers have long arranged on the shelf.

Lurid prerogative of a country of old people sexually frustrated.

segunda-feira, 21 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

o melhor chefe de gabinete do zé foi o olivas...esse sim sabia o que fazia, agora é a vez do cavaleiro, vamos ver. Na concelhia até tem agradado...mas vamos ver

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Todas as cidades de província têm cafés tipo "Diamantino".
Neste caso e ao contrário do post atrás nem sequer é frequentado por maus imitadores, é frequentado por aquela classe que surgiu no pós 25 de Abril, sem berço mas com algum poder de compra!!!! E ocupam este tipo de lugares na vã tentativa de substituir a anterior classe dominante que existia e ainda existe.
Só que há um pequeno problema, a sua falta de classe e o não saber estar afastou daquele local a verdadeira elite sociológica deste burgo!!!!

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

tanto blábláblá, mas devem lá ir beber café!!
Get a life...ASSHOLLLEEE

Já que és tão letrado, aproveita essa pseudo inteligência para fazer algo de bom por Portalegre, o 25 de abril já lá vai...não me digas que tb queres uma praia em Portalegre!!

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Ao que parece,algumas entidades da seg.social e magistrados andaram a fazer levantamentos naquela caixa multibanco e usaram todos os cartoes que tinham para levantar o maximo de dinheiro!levantas 20 recebes 40!!è so exemplos nesta cidade...

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

é o que se soa...se é verdade ou mentira não sei!!LOLOLOL

Se formos a filtrar todas as informações neste blog 99% são barretes!!
nunca ouviram dizer que quem conta um conto, acrescenta um ponto??
é só velhas alcoviteiras!IHIHIH

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Magistrados... advogados... lixo... e um tal de Berenguel advogado, que tanto gamav aos clientes ate a ex mulher gamu e empalitou!!
Parece que anda metido com uma colega que VAI NESSA onda, com este e outros ilustres que frequentam os tribunais. E ao que parece tb faz Direito e torto ou como lhe pagarem para fazer em Espanha...

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

A lata de Armando Vara, ou "manso é a tua tia"


I. Ontem, quando escrevi isto , esqueci-me de um enorme pormaior: José Sócrates é aquela pessoa que disse "manso é a tua tia" no parlamento. Isto é ainda mais classy do que os corninhos de Manuel Pinheiro. Sócrates é, portanto, a pessoa indicada para falar de boa educação. Tal como Armando Vara, outro boy do PS cheio de boa educação. Agora, parece que o único-licenciado-em-Relações-Internacionais-do-mundo-a-ser-um-alto-quadro-da-banca passou à frente dos velhotes no centro de saúde. Estava com pressa para apanhar um avião. Coitadinho.
II. Sim, esta lata quase cómica de Vara não é importante para o défice das contas e demais coisas com números, mas é revelador de algo que está a montante dessa crise económica, a saber: a crise moral. Este regime criou um buraco ético no seu centro, composto por boys que não respeitam o país e os portugueses. Porque, pura e simplesmente, vivem à margem da sociedade. Vivem no seu mundinho de impunidade. Estamos a falar das pessoas que compram carros de 180 mil contos em tempo de crise. Estamos a falar das pessoas que aceitam empregos públicos para os quais não têm CV . Estamos a falar dos indivíduos que, depois de roubarem gravadores a jornalistas, são glorificados pelo seu partido ("é, pá, boa Rodrigues, muito boa. Os gajos estavam a pedi-las"). Estamos a falar das pessoas que mentem no parlamento . Estamos a falar de pessoas que gozam com as comissões parlamentares. Estamos a falar de pessoas que nunca se demitem, mesmo quando se torna evidente que são incompetentes . Estamos a falar de pessoas que dizem "o povo têm de sofrer as crises como o PS as sofre" . Estamos a falar de pessoas que tratam os jornalistas como se fossem cães sarnentos. Estamos a falar de pessoas que processam colunistas, porque não conseguem encaixar uma crítica , porque julgam que estão acima do bem e do mal. Estamos a falar das pessoas que chegam a big boss da banca com um curso de relações internacionais.
III. Portanto, este episódio de Vara é só a caricatura extrema deste padrão de comportamento. "Manso é a tua tia" é, de facto, o melhor resumo da Era Vara & Sócrates, Lda.

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

E em ponto pequeno passa-se o mesmo em Portalegre. Vejam os currículos dos gajos e gajas que ocupam os lugares de topo das nossas instituições!!!
Só amiguismo e compadrio.

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Há gente mesmo incompetente. Nem sabem ter um enfarte em condições e morrer de vez!

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Os números do Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que há 416,3 mil indivíduos entre os 18 e os 59 anos que vivem em agregados familiares nos quais nenhum dos elementos tem trabalho.
Como vive esta gente?
Não me perguntem que nem consigo imaginar, nem como sobrevivem, nem o desespero de verem os seus filhos com fome e despejados na miséria.
Que discurso pode fazer um dos nossos politico que não fique logo desacreditado por esta realidade. Um país em que tantos vivem na pobreza extrema e os outros no medo de também lá poderem cair. Vidas sem esperança alguma, vidas precária de outros.

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

agradece ao socrates...esse filho da puta

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

O segundo pensava que o primeiro batia a cassoleta

terça-feira, 22 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

teste

terça-feira, 01 março, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter