quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

PROTESTO


Protesto apartidário, laico e pacífico.
- Pelo direito ao emprego!
- Pela melhoria das condições de trabalho e o fim da precariedade!
- Pelo direito à educação!
- Pelo reconhecimento das qualificações, competência e experiência, espelhado em salários e contratos justos!
…Porque não queremos ser todos obrigados a emigrar, arrastando o país para uma maior crise económica e social!


Sábado, 12 de Março, às 15h

Local – Av. da Liberdade, Lisboa



MANIFESTO

Nós, desempregados, “quinhentoseuristas” e outros mal remunerados, escravos disfarçados, subcontratados, contratados a prazo, falsos trabalhadores independentes, trabalhadores intermitentes, estagiários, bolseiros, trabalhadores-estudantes, estudantes, mães, pais e filhos de Portugal.

Nós, que até agora compactuámos com esta condição, estamos aqui, hoje, para dar o nosso contributo no sentido de desencadear uma mudança qualitativa do país. Estamos aqui, hoje, porque não podemos continuar a aceitar a situação precária para a qual fomos arrastados. Estamos aqui, hoje, porque nos esforçamos diariamente para merecer um futuro digno, com estabilidade e segurança em todas as áreas da nossa vida.

Protestamos para que todos os responsáveis pela nossa actual situação de incerteza – políticos, empregadores e nós mesmos – actuem em conjunto para uma alteração rápida desta realidade, que se tornou insustentável.

Caso contrário:

a) Defrauda-se o presente, por não termos a oportunidade de concretizar o nosso potencial, bloqueando a melhoria das condições económicas e sociais do país. Desperdiçam-se as aspirações de toda uma geração, que não pode prosperar.

b) Insulta-se o passado, porque as gerações anteriores trabalharam pelo nosso acesso à educação, pela nossa segurança, pelos nossos direitos laborais e pela nossa liberdade. Desperdiçam-se décadas de esforço, investimento e dedicação.

c) Hipoteca-se o futuro, que se vislumbra sem educação de qualidade para todos e sem reformas justas para aqueles que trabalham toda a vida. Desperdiçam-se os recursos e competências que poderiam levar o país ao sucesso económico.

Somos a geração com o maior nível de formação na história do país. Por isso, não nos deixamos abater pelo cansaço, nem pela frustração, nem pela falta de perspectivas. Acreditamos que temos os recursos e as ferramentas para dar um futuro melhor a nós mesmos e a Portugal.

Não protestamos contra as outras gerações. Apenas não estamos, nem queremos estar à espera que os problemas se resolvam. Protestamos por uma solução e queremos ser parte dela.

Etiquetas:

18 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Vamos a isso rapaziada!
Revolução? Já.
A juventude tem o futuro hipotecado, por isso, Avenida da Liberdade, manifestação, mais de um milhão. Sem políticos, sindicatos, banqueiros, confissões relogiosas, etc. Só para gente pura!!!!

quarta-feira, 16 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

20 MOTORISTAS TEM O SÓCRATES:


Se a rambóia for com 20 motoristas já será aceitável???

De acordo com a revista Sábado de 21-10-2010, artigo intitulado "As Despesas de Sócrates Durante a Crise", apresentam-se de seguida algumas das despesas do Gabinete do sr. Sócrates:


- 436,70/dia em combustíveis (aos preços de hoje são 4549 km/dia);
- 382,00/dia em chamadas de telemóvel (são 53 horas/dia ao telefone);
- 370,00/dia em deslocações e estadas;
- 750,00/dia em despesas de representação;
- 276,00/dia em refeições;


Só aqui já vamos em cerca de 2.216 por dia, mas há mais:


- 220,00/dia em locação de material de transporte;
- 72,81/dia em telefone fixo;
- 1.434/dia em aquisição de bens;

Já vamos em cerca de 3.940 por dia.

E então que dizer do seguinte:

- 448 são as viaturas da presidência do Conselho de Ministros (gabinete do Sócrates e do Boquinha Doce);
- Desde Outubro de 2009 Sócrates nomeou 71 pessoas para o seu gabinete, onde se incluem 13 secretárias e 20 motoristas;


No total é um gasto médio diário de 11.391

quarta-feira, 16 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Fora de contexto, mas alguem já reparou que aumentaram os parquimetros? Minimo 0,15€... Só visto!!!

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Em ARRONCHES vai abrir este Sábado o Hotel. Aquela malta do PSD tanto falaram mal do hotel....que não fazia falta, que era muito dinheiro, que não trazia emprego nem interesse para a população...
Agora é vê-los de volta do tacho... uns a comerem os outros a trabalharem.
Tantos disseram mal do hotel, que agora até tiveram de ir para lá trabalhar.
Gente coerente!!!

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

ora...que admiração é essa, ainda não pagaram os votos a toda a gente.
Vamos ver é se ficam todos satisfeitos.

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Vives em Campo Maior? Ai vives?

Então dá recado meu ao vosso reizinho Nabeiro:

Quando é que acabam com essa merda dessa obra à entrada da vileca? Porra... já lá vão uns meses que tenho de dar uma volta de três quilómetros quando vou meter gasolina (e ver as gajas) a Badajoz.

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Os xulecos dos xuxas de Arronches querem colo, já agora perguntem lá à vossa dona se já aceitam sócios na Santa Casa, e a ver de deixam de xular os desgraçados dos velhos, é só roupa e tropa fandanga.

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Ó sua cavalgadura, sabe porque é que você não pode ser "sócio" da Misericórdia?
Porque a Misericórdia não tem sócios, sua besta mal ferrada.
A(s) Misericórdia(s) têm Irmãos.
É que isto não é uma suciedade mas sim uma Irmandade.
As Misericórdias são instituições confessionais, erectas canonicamente, e os seus irmãos são obrigatoriamente católicos que se submetem a um compromisso (não há cá estatutos mas sim compromisso) e têm por missão e obrigação o cumprimento das Obras de Misericórdia, num espírito de serviço a Deus, servindo os pobres e necessitados.

Claro, peço desculpa se me enganei, mas conheço poucos com este verdadeiro espírito e com as características para o cumprimento da missão.

Sabe porque é que os Irmãos usam opa? Para estarem todos vestidos de igual e não se distinguirem uns dos outros pela riqueza do traje (claro que isso hoje não é bem assim, mas até ao séc. XIX, pelo menos, as pessoas distinguiam-se socialmente pelo traje).

Portante, seu jumento, já percebeu que você não tem qualidade para ser irmão?
Como não tinha nem podia ter o porco violador do Manel Antonho?
Como não o têm muitos outros?

Estão vá bardamerda, e junte-se com quem manda na Misericórdia de Arronches mais na de Portalegre e mais os que querem mandar e mais a coisa que tem como presidente da "cambra" que queria ser provedora, mais besta que as bestas de cargas.

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

se nas mesericordias o compromisso fosse cumprido.nao havia tantos tachões,maus tratos aos idosos etc.os senhores poderosos,nao estão la para servir,mas para serem servidos....mesericordia de portalegre sofre dessa doença.grande cambada.rua rua rua

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Aahahahahahahahaah....deixem-me rir!!!...então sendo assim, a maior parte dos irmãos que foram admitidos nos ultimos tempos, teem condições para o ser?.....
Ahahahahahahahahaahahahahah....

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Pois, esses devem ser dos "sócios"

quinta-feira, 17 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

osArriagastieramquedescertaobaixoepediraospobresempregoparaanorinhafalidaSAOPALiMEIROxuxinha.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Mas os Arriagas não arranjaram emprego á nora São Palmeiro em Prtalegre?Tem que ir trabalhar no hotel de Arronches,tadinha.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Os vigaristas da corja xuxalista de Arronches, porque não puseram o hotel a funcionar? deviam andar entretidos só a roubar e a esturrar o que não era deles, este ultimo presidente, o giló, onde terá gasto o dinheiro que recebeu nos mais de vinte anos que esteve no poleiro? pois, porque o pouco que fez, ficou por pagar, andaram por ai a fazer reclame de que deixaram a camara cheia de dinheiro, deixaram mas foi uma merda, a Câmara ultimamente já era na Santa Casa, e dizem por ai que era a provedora que passava os cheques e mandava nos funcionários da câmara, só assim se justificam as aldrabices com as obras.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

ó seu badameco de merda, tou-me bem cagando para quem manda ou deixa de mandar na Cãmara de Arronches, fiz para lá obras e vendi materiais e continuarei a vender, a diferença é que no tempo do Gil demorava poucos dias a receber e agora a Cãmara de Arronches qualquer dia está como a de Portalegre, a (não) pagar anos depois.
Por isso cala-te ou então fla com os fornecedores antes de abrires o bico ó palerma.

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

mas o arriagazinho tem namorada?

e será de parra?

é que diz-se que ele é doclube do que era chefe dele e se casou com um sul americano

sexta-feira, 18 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Ò fornicador (fornecedor?) de merda se estás mal muda-te, ou és daqueles que só recebiam sem fornecer a ponta dum corno?, estavam mal habituados e todos feitos uns com os outros nas aldrabices, e se queres foder alguem escolhe os da tua casa, que aqui agora safas-te mal.
Olha deixo~te um conselho, começa a fornecer a Santa Casa e o Albergue que esses são os mesmos que tu conhecias na Câmara e que te pagam mais depressa de certeza, ó se pagam!!!!

sábado, 19 fevereiro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Quem são os Arriagas? Não me digam que são os gajos que fazem a administração do prédio onde funciona o escritório de advogados? Esses é gente fina há 3 semanas que iniciaram obras num apartamento no 3º andar do prédio, sabem quantas vezes foi limpo o elevador onde é transportado entulho, cimento, areia, etc. ZEROOOOOOOOOOOOOO, imaginam o transtorno que isso causa aos restantes 18 inquilinos, que têm que levar tudo isso agarrado aos pés? Mais a fechadura da porta principal durante o dia o trinco automático é uma almofada de sacos plásticos à noite é fechada e impossível de abrir por fora ou por dentro porque os intercomunicadores não funcionam, então se alguém precisar entrar à 1 ou 2 horas da m manhã obriga a que se faça um telefonema para a casa pretendida e depois quem estiver a dormir acorda sobressaltado, veste o roupão e vem ao r/c abrir a porta. Alguém dizia há dias isto só porque são advogados, eu respondi isto só porque é gente sem carácter, nem um prédio velho sabem administrar mas o menino queria ser deputado.

sábado, 19 fevereiro, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter