quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

SYMPATIA

Olhas-me tu
Constantemente:
D'ahi concluo
Que essa alma sente!...
Que ama, não zomba,
Como é vulgar;
Que é uma pomba
Que busca o par!...

Pois ouve; eu gemo
De te não vêr!
E em vendo, tremo
Mas de prazer!...
Foge-me a vista...
Falta-me o ar...
Vê quanto dista
D'aqui a amar!

João de Deus
Ramo de Flores

Etiquetas: ,

5 Comentários:

Anonymous Poeta do Seculo XXI disse...

Porra, este João de Deus de certeza que nunca fumou um charro!

Coitado!

quarta-feira, 18 janeiro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

porra quando saiem os resultados das provas , dos concursos em arronches

quarta-feira, 18 janeiro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Estes miúdos destes blog preocupam-se mais com os outros que os próprios. Pobres coitados não têm nada que fazer e vêm para aqui escrever barbaridades.

quarta-feira, 18 janeiro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Vá comecem lá a dizer do que se passa em Arronches, que nós gostamos de saber.

quarta-feira, 18 janeiro, 2012  
Anonymous Anónimo disse...

Tu deves é querer saber se alguem te viu como chouriço nalgueiro na boca.

quarta-feira, 18 janeiro, 2012  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter