quinta-feira, 23 de julho de 2009

ISTO VAI CADA VEZ "MELHOR"...

96 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Desemprego: Número de inscritos sobe 28,1% em Junho - IEFP

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego subiu 28,1 por cento em Junho, face ao mesmo mês do ano passado, e aumentou 0,1 por cento face a Maio, segundo os dados hoje divulgados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

PS mantem silêncio sobre negócio entre Governo e Liscont

O PS voltou hoje a ficar em silêncio sobre o negócio entre o Governo e a Liscont/Mota Engil durante a discussão em plenário de duas petições sobre o Terminal de Contentores de Alcântara.
No período de debate das petições, toda a oposição voltou a falar sobre o acordo, renovando as acusações de “falta de transparência” e as críticas ao “negócio escandaloso”.

“Aquilo que está em causa é um erro trágico”, alertou o deputado do CDS-PP, António Carlos Monteiro, classificando o negócio como “vergonhoso para o Estado”.

Recordando que o Governo entregou a uma empresa privada, sem concurso, a concessão de um serviço fundamental, o deputado social-democrata Luís Rodrigues disse tratar-se de “um negócio escandaloso”, que teve origem num “processo nebuloso”.

“É um contrato ruinoso”, corroborou o deputado do PCP Bruno Dias, enquanto a deputada do BE Helena Pinto assinalou o “desrespeito absoluto para com a Assembleia da República” por parte do Governo, que durante meses se recusou a dar informações sobre o negócio.

“Trata-se de um contrato péssimo para o interesse do Estado”, acrescentou ainda o deputado do partido ecologista Os Verdes Francisco Madeira Lopes.

Pelo PS, a deputada Isabel nada disse sobre o negócio entre o Governo e a Liscont/Mota Engil, falando apenas da importância dos cidadãos puderem fazer “ouvir a sua voz” através das petições.

Diário Digital / Lusa

Quinta-feira, 23 Julho, 2009

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Ministro das Finanças reafirma que défice ficará nos 5,9%

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, rejeitou hoje as críticas da líder do PSD, garantindo que «o défice vai ficar nos 5,9 por cento do PIB este ano» e lembrando que «o valor já foi anunciado no Parlamento a 1 de Julho».
Em declarações à agência Lusa, Teixeira dos Santos disse que a presidente do PSD «poderá ter estado distraída, porque o valor foi anunciado num debate a 1 de Julho na Assembleia da República, perante os deputados, no debate sobre a política de orientação orçamental».

Os números divulgados pela Direcção- geral do Orçamento, esta semana, revelam uma subida do défice em 284 por cento, mas Teixeira dos Santos diz que isso não afecta a previsão do Executivo: «Tendo em conta a execução orçamental até ao fim de Junho, constatamos que a receita cai conforme o previsto e a despesa está perfeitamente controlada, porque está abaixo do limiar de segurança de 50 por cento para a despesa», ficando «abaixo dos 48 por cento».

Logo, acrescentou o ministro das Finanças e da Economia à Lusa, "como a receita está em linha com a previsto e a despesa até está abaixo do limiar de segurança, a conclusão lógica a tirar é que esta previsão do défice de 5,9 por cento no final de 2009 não está comprometida".

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Padre Marcelino foi nomeado novo pároco da Sé versão para impressão
23-Jul-2009

“Uma hora de esperança para a Igreja Diocesana e para a cidade de Portalegre” foi assim que o Padre Marcelino Marques se referiu à sua nomeação para pároco da da Sé.

O mês de Outubro é para já a data apontada para o início de funções, em declarações à RP, O Padre Marcelino revelou que há ainda alguns pormenores a ajustar nomeadamente no que diz respeito à sua substituição nas paróquias que terá que abandonar.

Nossa Senhora da Assunção de Arronches; São João Batista de Alegrete e a paróquia de Nossa Senhora da Graça de Degolados são as paróquias que o Padre Marcelino Marques irá deixar em função da sua nomeação para pároco da Sé.

A Igreja a marcar pontos com a transferencia do padre Marcelino para a freguesia da Sé.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A FRASE

"Neste sítio um ministro pode ir para a rua por um par de cornos infantis ou por uma piada de mau gosto. As roubalheiras, os negócios escuros, os compadrios, a corrupção a céu aberto e o tráfico de influências, não só são tolerados como premiados nas urnas".

António Ribeiro Ferreira, jornalista,
"Correio da Manhã", 20-07-2009

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre na Praça da Republica por um dia 22-Jul-2009

A Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre vai ser transferida para a Praça de República. Por um dia a escola desloca-se para um novo local da cidade com o objectivo de recrutar alunos.

A iniciativa decorre a 24 de Julho e abrange todas as escolas de Hotelaria e Turismo do país que sob o lema “Prepara te para uma vida 5 estrelas” vão percorrer todo o país para dar a conhecer as ofertas formativas.

Mais um desperdiçar de dinheiros publicos com pseudo campanhas de angariação de alunos. Será que a direcção da Escola aguarda que os cábulas do ensino superior mudem para a fábrica Robinson.
Dou como conselho desenvolveram a actividade na árvore do Rossio, pois sempre encontram alguns desempregados.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Perdoo-lhe senhor,
ele não sabe o que diz

A igreja a a marcar pontos?

tenham dó, ou não será o estado a pagar aos "senhores" da Igreja tudo o dizem que fazem ?

Agora vamos ver o padre marcelino a caminho da SSocial para as obras da igreja ou antes seminário em nome dos pobres.

Dão o dinheiro e ainda beijam a mão a estes "santos" da sociedade

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Este último anónimo é um verdadeiro anormal!!! Ou não conhece a obra notável, desenvolvida pelo Padre Marcelino nas Paróquias onde esteve colocado: acção social, trabalho com jovens, recuperação de património religioso... É verdade que teve o apoio do Estado, das Autarquias e de fundos comunitários; mas, e depois...? Quantos, padres ou não, não dispõem dos mesmos meios e nada fazem? Porra! Nesta terra é-se preso por ter cão e por não ter...

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Este Zé Sócrates é mesmo tonto... então o homem ontem no Porto afirmou que o nosso País é melhor visto pelo exterior do que a Espanha e a Inglaterra... essa não, Zé !

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Neste, concelho, cidade, distrito e país vai tudo uma maravilha.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Perdoo-lhe senhor,
ele não sabe o que diz, a chamar anormal á verdade, custa leres a verdade...beato ?

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous A.F. disse...

Contentores escancarados
pela mais vil indecência,
são milhões triturados
com tanta eficiência.

São milhões escondidos
atrás dos contentores,
nestes acordos urdidos
por tão doutos gestores.

Ao insuspeito tribunal
não restam incertezas,
a ampliação do terminal
é baseado em baixezas!

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A FRASE

"Neste sítio um ministro pode ir para a rua por um par de cornos infantis ou por uma piada de mau gosto. As roubalheiras, os negócios escuros, os compadrios, a corrupção a céu aberto e o tráfico de influências, não só são tolerados como premiados nas urnas".

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

aonde param os XUXAS
O jaime Ceia deve andar a despejar os penicos do mijo dos doutores XUXAS

mas depois tem um tacho para ele e á familia

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Quem é o Jaime Ceia?

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Acho que é um palerma qualquer que mora no Atalaião, e cuja filha, a Carla Alexandra Mourato Ceia, quando era jovem deu umas cambalhotas com umas boas dezenas de mancebos.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

... Ok, já sei que é, a filha trabalha na CMP .

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Despejar penicos? Só se for para vos dar com o conteúdo nas trombas!

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Perante a crise mundial que atravessamos, e em relação à qual Portugal está a reagir melhor que muitos países da Europa ( Ok, podem dizer o que entenderem, mas são "bocas" sem consistência")uma análise rigorosa não deve ser feita apenas relativamente ao mês homólogo, aliás, essa leitura pouco ou nada nos diz sobre a forma como estamos, no momento, a reagir à crise. A leitura mais importante deve ser feita em cadeia, ou seja, analisar a evolução por confronto ao mês anterior. Esta é uma análise mais fina, dado que todos nós sabemos, e há muito, que estamos em crise, o importante é sabaer como estamos a reagir "ao momento". No caso concreto, e relativamente ao mês anterior, o desemprego estabilizou, o que é uma boa notícia, mesmo para quem teima em dizer o contrário

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Acólitos do Mata ao seu melhor nível. Nem resposta é necessária face a argumentos vindos da pocilga mais próxima.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Era só o que faltava o padre Marcelino deixar Arronches para ir rezar missa na Sé de Portalegre, um grupo de senhoras cá da terra está-se a organizar para ir a Portalegre ralhar com o Sr Bispo, que democracia é esta não chega já ter-mos de aturar os sermões do padre João Coelho na Esperança e nos Mosteiros sempre de candeias ás avessas com os paroquianos por dá cá aquela palha!

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Há aqui pessoas com carácter pior que os animais irracionais.
Perguntei quem era o Jaime Ceia.
A resposta foi logo dizer mal da filha.
Pelo que li até lhe deve ser uma pessoa muito próxima, porque sabe o seu nome completo.
Como é que pode haver pessoas assim?

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Pode ser que seja agora o Padre Marcelino a olhar a Ermida de São Mamede.
Façam ai alguma coisa P.F.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O Outdor do Mata mais bem colocado é o que está na rotunda do Areeiro.
O Mata a controlar a nora.
Está explicado porque é que ele anda com a cabeça a roda.
Os braços cruzados porque está sem saber qual o burro ou burra dos seus seguidores lá há-de prender.
O relógio marca 11horas, está na hora do almoço e ainda não decidiu e assim deixa secar as laranjeiras.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A ermida de São Mamede, e respectivo espaço envolvente, podia (DEVIA!!!), de facto, ser um espaço priviligiado e de referência da nossa Serra. Alô, CMP!!!

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Alô CMP à ermida de São Mamede?
Não me parece.
Parece mais Alô Conego Manuel Pires.
Já lá vai o tempo em que o 17 de Agosto era um dia lindo naqueles arredores.
Hoje ir lá dá tristeza.
Mas mesmo assim a 17 de Agosto nunca deixei de lá ir.

quinta-feira, 23 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Alô Vilela! Já acordaste rapaz? Liga lá ao Zé Fernando, que ainda deve andar atrás das ovelhas em Nisa, por causa disto da Igreja de São Mamede.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Por acaso o Mata é católico?
Ele ñunca se irá preocupar com a ermida.
A não ser que seja para albergar os pastores do seu rebanho.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

PS: País assistiu a um Governo honesto e decente - Sócrates


O secretário-geral do PS, José Sócrates, declarou quinta-feira à noite que Portugal assistiu nos últimos quatro anos a um Governo «honesto e decente», que prosseguiu sempre «o interesse geral» na sua linha de actuação política.
«Julgo que o país assistiu também a um Governo honesto e decente, que fez aquilo em que acreditava e que honestamente prosseguiu aquilo que considera ser o interesse geral do país», afirmou José Sócrates, numa discurso perante empresários e gestores no Fórum Novas Fronteiras.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Boa Ideia!!
Oh Zé Fernando valia mais que manda-ses os teus pastores com os teus rebanhos para os lados da Ermida de São Mamede.
Ao menos havia alguem que olha-se por aquilo.
Parece que nem CMP, nem Padres, nem JF querem saber daquilo.
Tristeza

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

FUNCIONÁRIOS PUBLICOS A DESPACHAR SERVIÇO DEMANHA PARA DEPOIS DE TARDE SE CAIREM POR AQUI.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Joaquim Tavar disse...

estou na cidade ha pouco tempo e gostava de saber quem são as seguintes personagens tão faladas:

João Trindade
Luís Testa
Filipe Serrote
Hugo Serras
?????

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O Socrates ainda é pior que o pinóquio, que grande aldrabão!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

É incrível como é que um homem consegue e tem a lata de mentir tanto, só para se manter no poder!

É o desprezo total pelo povo!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Para o Joaquim Tavar:

São todos parasitas!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Zé Fernando, não prometas aquilo que sabes não poder cumprir, vá lá Zé Fernando.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Zé Fernando, por que é que dás o número de telemóvel às pessoas?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Zé Fernando, por que razão não atendes o telemóvel do número que dás às pessoas, Zé Fernando? olha que são as pessoas que vão votar Zé Fernando, caso ainda não saibas...

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Zé Fernando, mas por que razão até enganas, segundo se consta, os teus próprios funcionários, Zé Fernando? que maldade Zé Fernando!! e depois queres os votos deles Zé Fernando? olha que são muitos Zé Fernando!!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Nada como um bom socialista para fazer jogos baixos!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Já foram ao CPT de S. Cristóvão? Lá os trabalhadores já usam t-shirt's laranjas...

O Mata Cáceres nos Covões deu um borrego, nos Assentos deu um porco e no Atalaião deve ter dado as t-shirt's cor de laranja!

Ainda dizem que o Mata anda de braços cruzados.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Ó Zé Fernando, já não enganas ninguém!

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Anda por aí uma circular de um Sr. Azeitona que acusa os técnicos camarários e o Presidente de falta de ética, por causa de uma habitação que está a ser erguida junto da dele. Acusa também a comunicação social local de não ter tido o menor interesse pela notícia. Eu sinceramente não percebi muito bem o que ele pretende, alguém é capaz de me explicar?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Sr. Azeitona?
ehehehe
Eu sei quem é, UM FANATICO DO PARTIDO SOCIALISTA...

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O Mata Cáceres Mata Portalegre!- Em breve a acção deste senhor será um "problema Ibérico".

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

estou na cidade ha pouco tempo e gostava de saber quem são as seguintes personagens tão faladas:

João Trindade
Luís Testa
Filipe Serrote
Hugo Serras
?????

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Como Portalegrense fico triste por não ter conhecimento das ideias dos candidatos à autarquia de Portalegre.
O que fazer para alterar a situação vigente? Permitir que o actual " maioral" continue? Dar a oportunidade de uma pessoa íntegra, com provas dadas, competente como é o Dr. Escarameia para no tempo da sua merecida reforma, fazer pela nossa cidade o que os outros não fizeram?
Mas como é possivel que alguém com tantas qualidades se tenha comprometido com "La Famíglia Socialista" ?
Para quando um debate entre todos os candidatos à autarquia de Portalegre?
Penso que seria muito interessante vê-los frente-a-frente será que existe essa vontade?
Quem terá medo?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Se for um debate para apurar as ideias de cada um até concordo.
Mas se for um debate para enxovalhar, não vale a pena.
Aliás, conhecendo os candidatos do PC e do PS, são pessoas para terem um debate com nível, mas o Mata, não se deve conter sem mostrar o seu melhor.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Banana pai? Quem é o Banana Pai, candidato do PP?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Está por aí um "macaco" que fala do "Zé Fernando"

O Pino-Socrates ainda é muito pior

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Desemprego afecta 19,6% dos jovens em Portugal

Como que se chegou aqui?
Este desemprego é o reverso da medalha dos direitos dos trabalhadores.
Empregos vitalícios, salário mínimo, restrições aos recibos verdes e aos contratos a prazo e direitos vários desincentivam a contratação de jovens.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Desemprego afecta 19,6% dos jovens em Portugal

Como que se chegou aqui?
Este desemprego é o reverso da medalha dos direitos dos trabalhadores.
Empregos vitalícios, salário mínimo, restrições aos recibos verdes e aos contratos a prazo e direitos vários desincentivam a contratação de jovens.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Porque razão foram a Teresa Samarra e o Cabé ambos excluídos da lista do PS ? Será verdade que o Dr. Escarameia quer assim tanto romper com os dinossauros do PS local ?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Qual Dr. Escarameia, qual quê.
Quem manda na estratégia é o D. Sebastião do PS, mais conhecido por "Vale da Rocha".
Desta vez em caso de vitória quem vai mandar é o Rui Simplicio e com a particularidade de não ser eleito.
Não esqueçam que foi no mandato desse senhor que Portalegre se deixou atrasar em relação a outras cidades do interior.
Foi nessa altura que os subsidios da CEE só não chegavam a Portalegre porque existiam alguns acordos com os pseudo industriais cá do burgo, no sentido de não criar emprego pois os salários nas suas empresas seriam inflacionados.
Por isso é bom que reflitamos um pouco aquando da colocação do voto na urna.
Ainda se lembram dos famosos "Opel Vectra"?
Eu lembro?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

o Escarameia é apenas o rosto dos mesmos de sempre.
Já está mais do que arrependido, é muita areia para um contabilista..

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

sim e verdade nem sabiam o que era o polis

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

se a nossa cidade esta mais atrazada em relaçao as outras podemos agradecer a esses Senhores do PS

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Tambem recebi no correio a circular do sr. Azeitona e aplaudo a iniciativa de divulgar o que a comunicação social Portalegrense não foi capaz.

Então o sr. fiscal camarário vai construir a sua casa geminada com a do sr. e provoca-lhe estragos e agora não assume as responsabilidades?

É uma vergonha.

Os técnicos que fizeram a vistoria foram:
- Eng. Carvalho da Silva
- Arq. Madalena Meireles
- Fiscal Campino
- Eng. Domingos Candeias

É claro que cobriram o dito fiscal dono da obra.

Isto tem de ser averiguado

São todos uns mete nojo

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Quem é o fiscal?

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Simplicio é o coveiro de Portalegre !

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Bem chegaram os 4 anos do tonto do Amilcar e do incompetente do Milheiro !

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Parlamento: Só o sangue-frio de Santos Silva evitou uma cena de batatada entre Pinho e Soares

“Ou sai daí ou leva duas lambadas”

A história dos cornos do ex-ministro Manuel Pinho para Bernardino Soares, líder da bancada comunista, já foi contada e recontada imensas vezes, mas há pormenores deliciosos que vão sendo contados pelos protagonistas à medida que o tempo passa e as línguas se soltam para revelar picantes extraordinários do que se passou naquela tarde na Assembleia da República, no debate do Estado da Nação.

Acontece que quando Manuel Pinho, furioso com as bocas de Bernardino Soares, lhe fez um par de cornos, o deputado comunista agarrou no telefone da bancada e ligou para Santos Silva. Contou-lhe o que se tinha passado e fez um aviso ao ministro dos Assuntos Parlamentares: "Ou o senhor ministro da Economia sai da bancada do Governo ou eu salto daqui e dou-lhe duas lambadas. Ainda tem cara para levar duas lambadas." Augusto Santos Silva, com um sangue-frio notável, tentou acalmar o furioso Bernardino Soares e de imediato conseguiu convencer o ainda furibundo Manuel Pinho a abandonar de imediato o hemiciclo. Foi um momento heróico de um homem que ficou famoso por andar a dizer que gostava imenso de malhar na oposição. Neste caso seria o inverso.

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

senhores XUXAS
qual a razão do Simplicio não aparecer na conferência de imprensa do PS ?

dou um prémio a quem descobrir

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mata deixa-nos na banca rota mas com uma cidade de cara lavada

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

"Mata deixa-nos na banca rota mas com uma cidade de cara lavada"

Socrates e o seu governo deixa o pais no maior descalabro financeiro de sempre e ainda com uma desvantagem um pais de cara suja...

sexta-feira, 24 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

EStes opositores do Escarameia são curisosos.Ainda não perceberam que nem o Simplicio, nem o Amilcar, nem o Ceia vão aparecer nas listas candidatas às Autárquicas nem Legislativas, e que como tal não são para aqui chamados na nova alternativa que se vai criar. Assim não vão lá, o candidato chama-se José Escarameia, e não vale a pena chamarem-lhe de contabilista, porque mesmo que o fosse, um só dedo dele vale mais do que todos os braços cruzados do outro. Ainda bem que alguém recordou os episódios do então vereador Cáceres, e também devem estar esquecidos do principal comparsa de copos e de tudo o resto do inenarrável ceia da silva.
não tenham medo que não vai doer nada, vão ter é que começar a trabalhar noutro lado qualquer,enfim ... paciência, já era tempo de começarem a fazer alguma coisa das vossas vidinhas

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Realmente estes laranjinhas e comunas são todos um exemplo de conduta moral e ética irrepreensivel. O pior é quando a mascara cai como agora aconteceu no BPN e devia ainda mais acontecer com o escandaloso negócio Leite/Borges do Citigroup. Os xuxas pagam a factura da imagem que deixaram na cidade, mas ainda assim, a verdade é que o gosto excessivo pela pinga não levou a cidade à bancarrota e á desertificação como estes tontos fizeram - tontos que nem do PSD são, em abono da verdade se deve dizer.

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Então ninguem diz nada acerca da nova escola, de quem supostamente ganhou o concurso, ou de quem tem ali fortes interesses? Ai, ai, ai Zé Fernando.

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mas o Cáceres alguma vez desempenhou funções de vereador na Câmara Municipal de Portalegre?
Porra, sejam sérios e depois os laranjinhas e comunas...
Xuxas, sejam sérios!!!!

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O Cáceres, para quem não saiba, foi vereador do CDS na Câmara Municipal de Portalegre, cargo que depois deixou.
Se são novos, se não têm memória ou se não estão informados tenha a humildade e a sensatez de se informarem para não dizerem asneiras nem desmentirem o que é verdade, seus mata-laranjinhas, alguns de vocês que eram comunas nos tempos quentes.
E se o Mata não é presidente há mais anos foi porque não aceitou, sabe-se lá porqu~e, o convite que o CDS lhe fez para avançar com uma lista, do PSD ou não, que o CDS dava-lhe o apoio sem negociação prévia, isto quando acabou por avançar o Dr. Malato, mas se tivesse sido o mara se calhar tinha ganho.
Isto é que é a verdade, o resto é mentira, e é perguntarem ao Cáceres.

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Cambada de incompetentes e de vigaristas.
Claro que a Câmara de portalegre não sabia o que era o POLIS como não sabia a de Gondomar, a de Setúbal, a de leiria, marinha Grande e todas as que assinaram o 2º Polis.
Sabia a da Guarda (perceba-se porquê), a de lisboa e mais uma ou duas.
Foi o Dr Jaime Azedo quem, depois de uma notícia do Expresso que denunciava que estava preparada uma tramóia paea beneficiar um pequeno grupo de cidades, alertou numa Assembleia Municipal na segunda-feira seguinte para essa notícia.
Esquecem-se que o Milheiro pode não ser competente, que o Sérgio Luz se calhar é porque no mandato seguinte foi "dançar" com o Mata, mas que foi o Amílcar quem encostou o Governo à parede, claro que sem alardes, e conseguiu que houvesse um 2º POLIS, entre os quais se incluiu á cabeça o de Portalegre.
Aliás, o Sócrates - então já ministro do Ambiente - foi obrigado a vir a Portalegre a uma abertura da FERPOR anunciar o Polis.
Escusam de ser mal intencionados pq Pth teve Polis pq a Cãmara, mais propriamente o Amílcar o soube exigir e negociar, se não não havia Polis nenhum.
Já o aciordo feito entre o falecido Joaquim miranda com o Matos Rosa e Biscainho se calhar é mentira, para irem levantando problemas sucessivos ao projecto do CAEP para atrasarem a obra por forma a que não fosse feita durante o mandato do Amílcar (que não tinha maioria para aprovar a obra). É mentira? Todos sabemos que é verdade e a mim foi-me confirmado pelos protagonistas (e olhem que não voto PS, nem PSD nem PC), aliás, sou dos não voto ou voto em branco habitualemente.
Mas se quiséssemos entrar por aqui, pela política suja, tínhamos muito que contar.
Sou dos que aplaudo o Cáceres mais a Câmara nova e as oficinas municipais (o Amílcar era contra as oficinas na ZI pq dizia que depois se gastava muito tempo em percursos, e nesse aspecto não deixava de ter razão), mas que também aponto o dedo ao Cáceres por o POLIS só ter feito merda e dasbaratado dinheiro, como aliás ele próprio confessa hoje (será por acaso que deixou de se dar com a Ana Pestana?), e aponto-lhe o dedo por ter destruído a escola de hotelaria, em que Portalegre perdeu o avança que podia ter, perdeu muitos e muitos alunos e gastou desnecessariamente rios de dinheiro.
E sou também dos que conheço demasiado bem a questão da Frei Amador Arrais para entrar em briguinhas.
A FAA era para fazer mas com custos divididos com o beneficiários, como sempre se fez em Évora, e não com a Câmara a pagar e alguns a embolsarem. É que em honestidade têm muito que comer para chegar aos calcanhares de alguns que a planearam mas não a fizeram. E disse, para depois não ter de apontar os nomes de quem beneficiou através do investimento da Câmara.
Claro que a Av fazia falta e até o financiamento estava assegurado, faltava era dois dos proprietários de terrenos assinarem o acordo com a CMP para reversão de alguns lotes futuros em resultado da mais valia, mas assim com Mata e Caladinho, todos se abotoaram e Câmara - todos nós - pagámos, quando esse dinheiro era depois para reverter para outras obras.
Vá, seus pulhas com pálas nos olhos que não vêem um metro à frente do nariz, venham dizer que é mentira.

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Xuxazinhos, contem lá o que se passou relativamente entre o Centro de Emprego e a Robcorp?

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

E a central de camionagem, já hà tento tempo prometida?

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

"E a central de camionagem, já hà tento tempo prometida?"

Foi assinado o protocolo de financiamento há relativamente pouco tempo no governo cívil de Portalegre, agora, só falta é aparecer o dinheiro...

Aliás, os xuxalistas estão desertos que não se faça a Central de Camionagem até às eleições, nem a Central nem mais obra nenhuma. Nem que tenham de pressionar o governo central no sentido de não se um cêntimo para Portalegre...

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Aliás , é isso que eles têm feito nos ultimos 4 anos, e se alguma coisa estiver para vir para Portalegre, como o call center, então que vá para outro sitio qualquer, em Portalegre é que não ! É assim desde os tempos do Simplicio, depois no tempo do Financertus continuou tudo na mesma, e agora pelos vistos salta cada vez mais à vista desarmada.

sábado, 25 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A Central de Camionagem é um projecto do Amilcar, que o Mata colocou na gaveta durante oito anos. E realmente essa história do CAEP foi uma vergonha para a cidade, uma vez que a oposição da altura tinha uma estratégia concertada para que o projecto não avançasse, chumbando o projecto arquitectónico apresentado, como se o actual com aquela torre brutal de aço fosse menos chocante do que a anterior.

domingo, 26 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Bom, resumindo e concluindo os Projectos são todos do Amilcar,,
Posssaaa, não sejam tão fanáticos...
Porrraaaaaa!!!!

domingo, 26 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Projectos que não são do Amilcar: Câmara Nova, Oficinas Municipais e expansão da ZI. Tudo o resto, peço muita desculpa, mas sim, é do Amilcar ou de executivos anteriores!

domingo, 26 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Não, a Robinson também não é do Amílcar.
Mas vamos mais longe: eu não voto de certeza PS nem PSD. Aliás, dificilmente votarei nalguma sigla.
Sigo atentamente a política da cidade e até lhe digo que para a Junta de Freguesia de S. Lourenço voto PSD. E se votasse na Sé também. Em Alegrete votaria PS, como na Alagoa ou nos Fortios. Mas nas Carreiras votava de certeza PSD.
E em castelo de Vide jamais votaria PSD como no Crato jamais votaria PS. estamos entendidos?
Isto para lhe explicar que sou isento, que escolho em função dos resultados (ou pelo menos da convicção deles) e cá em casa sempre houve votos desde o PC até CDS. Eu votei CDS nas últimas eleições e a minha mulher PC.
Quer maior diferenciação que esta?
Vou concluir dizendo-lhe - dou-lhe a minha palavra de honra - que se tiver a coragem de de identificar e aceitar um desafio, me identifico de imediato.
Desafio-o para um debate a nível de projectos para ver de quem são, como uns avançaram e outros não, como uns foram "cilindrados" e outros foram apropriados. Isto ao longo dos últimos 20 anos.
Já lhe disse que sou atento e relativamente bem informado.
Aceita o desafio?
Mas ainda lhe acrescento, p.e., o projecto do Pavilhão Multiusos na encosta atrás do Nerpor (e que não agradava ao Nerpor porque lhe ia tirar mama).
Também este foi pago, também para este havia financiamento e foi para a gaveta.
E o estádio dos Assentos? E porque não foi feita a iluminação em condições? E onde estão os ginásios e outras estruturas debaixo das bancadas?
E o desenvolvimento com a Lysias foi feito e projectado com quem?
Sabe que com o Polis a coisa era para ser gerida directamente com a Câmara, com a agravante de obrigar a concursos públicos (logo maior demora) e depois com o Mata claro que foi para uma empresas que papou milhões?
E quem resolveu o problema da água em Portalegre? Já não se lembra?
E quem fez atrasar a estrada de Arronches e toda a entrada da cidade a partir daí? (como?, com oposição de amigos agricultores jumto do IEP para atrasar a obra, ou é mentira? Para que não começasse antes das eleições. É mentira?)
Claro que a Maia-Encosta também é do Cáceres (e é importante, as pessoas é que ainda não perceberam). Tal como a renovação das condutas na cidade é do Cáceres, perdão, do Biscainho.
E a ampliação da ZI é de facto do Cáceres, mas tb havia outro projecto mas para avançar mais devagar e por sectores, para autofinanciamento.
E já agora, diga-me por favor quantos e quais projectos deixou o Jonh na Cãmara, quais os projectos candidatados e quais os financiamentos garantidos.
Depois compare com o Amílcar em minoria, que mesmo assim conseguiu fazer projectos, candidatá-los, aprová-los e assegurar os financiamentos, garantindo igualmente qe a Câmara tinha capacidade financeira para asegurar a sua quota-parte de financiamento.
Afinal, com é que o Cáceres viveu se não com os projectos, os financiamentos e o dinheiro deixado pelo Amílcar para garantir a capacidade financeira da Câmara.
A seguir foi o que se viu.
No fim ainda lhe digo uma coisa. Eu sou dos que até gosto do Cáceres e se visse que estava em risco de perder a Câmara votava nele.
Porque os outros ou não são melhores ou nãos os conheço e por isso não posso confiar.
Agora com isto não me queira obrigar a dizer que o Cáceres é bom porque infelizmente é mentira e em termos de gestão é um incapaz, com é ignorante em matéria cultural, e tem muitos outros aspectos negativos: deontologia, por exemplo, nem sabe o que é. Mas tem outros aspectos de que gosto muito: é directo, quando assume determinadas compromissos tenta cumpri-lo, às vezes consegue ser bruto e isso às vezes é mesmo preciso.
Percebeu como eu sou, ou tento ser isento e o senhor não?
Afinal, aceita o tal desafio?

domingo, 26 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Este ultimo sabe-a toda,mas não é que tem razão. Parabens pela honestidade

domingo, 26 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Sobre honestidade não se recebe parabéns, mas obrigado pela intenção.
O mal desta merda é que quase só passam por aqui borra botas dos partidos que querem um tachinhozinho, mas se tivessem dois olhos para ver, doi ouvidos para ouvir, uma cabecinha para pensar e, já agora, duas mãozinhas para trabalhar, aí sim, seriam úteis, mas afinal são uns párias.
E Portalegre está cheia, repleta de párias.
Alguns não o são: o Amílcar, por exemplo, e o Cáceres igualmente.
Terão muitas diferenças noutros campos, mas não são párias, e isso é uma caractaerística positiva que têm em comum.
Ambos têm/tiveram é muitos a viver à sua sombra, e alguns mesmo à sombra dos dois, caso SL.
Se todos nos preocupássemos mais em desenvolver, defender e implemantar projectos para Portalegre serámos muito mais felizes e Portalegre estaria mais desenvolvida.
Em última análise até sou dos que acho que os projectos não têm pai nem mãe. Os projectos e as obras interessam por si e não por quem os conseguiu ou não realizar.
Lembro-me de o Governador Civil Galinha Barreto desabafar numa inauguração qualquer, quando estava de saída, que era a primeira coisa (e talvez a última) cujo percurso tinha acompanhado, por havia participado no lançamento da 1ª pedra e estava presenta na inauguração.
também sou contra as placas inaugurais com nomes, porque por regra o nome que lá está é de quem menos trabalhou para a execução da obra, isto porque a concretização dos projectos demora 4, 6 e mais anos, de modo que é raro que tem teve a ideia, desenvolveu o projecto, arranjou o financiamente e executou a obra assista ainda à sua inauguração.
As obras deveriam ter data de inauguração e não nome do borra botas que cortou a fita.
Reafirmo tudo o que disse antes; tomara Portalegre ter durante mais dois mandatos um presidente como o Amílcar, que esse sim, desenvolveu uma acção estruturante para o concelho.
Não tem muito bom feitioi? se calhar não. Estava rodeado de incompetentes como o Milheiro, o Luz ou a anedota do pequenino? É verdade.
Mas mesmo assim fez em quatro anos, a partir do zero, muito mais que outros em muito mais anos.
E quando me lembro que votei duas vezes no Jonh e na primeira até andei de carro na caravana a celebrar a vitória, quase me arrependo (só não me arrependo porque foi para correr com o Simplício).
(1/2) cont.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

cont (2/2)

E depois não me enganei porque votei no Amílcar. Mas se tivesse concorrido o Cáceres em vez do Malato, teria votado no Cáceres e, percebo agora, teria feito mal.
Das vezes que votei melhor, possivelmente a vez que votei mesmo melhor em Portalegre foram as duas em que escolhi Amílcar. Na segunda perdeu, mas acho que não foi ele quem perdeu. Foi Portalegre - fomos nós.
E sublinho que, com todos os defeitos, nunca vi em Portalegre um presidente de Cãmara mais trabalhador, mais sério (e intelectualmente sério), mais aberto à opinião dos outros e depois mais capaz de implementar decisões. porque depois de se decidir é preciso exigir o cumprimento da decisão.
Não quer ter toda a razão nem ser o dono da razão, mas se todos pensassem como eu penso, ou seja, analisassem as coisas com objectividade, com algum conhecimentos e sem peias partidárias ou clubíticas, Portalegre, o Alentejo e o País estariam muito melhor.
Nas últimas eleições votei, pela segunda vez, PS. Enquanto me lembrar deste Governo não voltarei a votar PS de certezinha absoluta.
Não si em quem vou votar nas legislativas, pq na MFL não voto de certeza. No BE nem pensar. No CDS com o Portas está fora de questão. Na CDU não, por princípio (mas não é jura), de modo que devo votar em branco.
Nas autárquicas, para a Junta voto PSD (já sei quem são os candidatos e relativamente a S.Lourenço não tenho a mais pequena dúvida). Para a AM não voto de certeza absoluta PS (sei bem demais quem é o cabeça de lista e conheço-lhe as "qualidades").
Para a Câmara, como ainda não conheço a lista do PS, não posso garantir que não voto mas, no actual panorama, o mais provável é votar PSD, pois com o Cáceres sei com que conto e o PS é uma incógnita.
Se a lista do PS não me conseguir convencer, o que não será fácil, e se nesse cenário achar que o Cáceres pode perder, voto de certeza Cáceres.
Mas se achar que o Cáceres tem a Câmara ganha (como há quatro anos), então não voto Cáceres mas sim noutra força, para contrapoder.
Nas últimas votei CDS pq o Carlos Godinho merecia ser premiado pela sua coragem (e foi um dos melhores vereadores que conheci em Ptg, tal como tenho a certeza que seria um grande presidente de Câmara). este ano talvez até vote Hugo Capote.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

De facto, e independentemente de concordar ou não pontualmente na análise, se todos seguíssemos este tipo de raciocínio que é a análise objectiva dos factos e dos desempenhos, e depois decidíssemos o voto em função dessa análise e não pela cor da camisola, pela cor dos olhos, pela simpatia da rua ou pelo empregozinho do primo, todos estaríamos melhor.
Aliás, a democracia só existe foram das lógicas aprtidárias, porque quem vota partidariamente mantém o mesmo votos, e a mudança só ocorre quando o voto não é partidário.
Infelizmente não somos muitos os que pensamos bem. E pensar bem não significa estar de acordo, significa ter uma linha de raciocínio lógica, baseada nos factos e nas opiniões, não nos dogmas e aqui, neste blog, como em geral, não há raciocínio mas sim propaganda baseada na fé, ou seja, na cor que se defende.
Não me interessa o Cáceres ou o Escarameia, o Hugo ou quem seja. Interessa-me o que pensa, como pensa, que projectos tem, o que que pretende implementar, se tal é ou não exequível, e quis são os resultados. O resto é clubite e se posso perceber que um benfiquista ou um sportinguista continue a amar o seu clube, não posso conceber que um PS ou um PSD defenda uma candidatos quando o seu projecto não é sólido ou quando o desempenho já mostrou que é incapaz.
A governação pública não é uma questão de fé ou de colração. É uma questão de competência e de respeito pelos eleitores.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Que grande baralhada vai nestas cabeças. Como é que alguém quer ser objectivo e equaciona entregar o voto ao Mata Cáceres? Deculpem lá, mas isto de clarividente não tem nada! Onde é que a lista do Mata pode ser melhor do que os 2 primeiros dos PS (Escarameia e Pinto Leite)? É a mulher do Antero, o Santana e a Manteiga que desiquilibram? Sinceramente, e depois da análise fria que fez, espalhou-se ao comprido com essa hipótese deixada em aberto. Para puxar tanto ao Amilcar (e fez bem em realçar o seu valoroso trabalho), quase parece ser um daqueles poucos socialistas do concelho que anda birrento com a escolha do Escarameia. A tentativa que faz para ser tão objectivo e imparcial está toldar-lhe um pouco aquilo que deve ser a defesa do interesse comum da cidade, e esse pode passar pelo Escarameia, pelo Capote ou pelo BE, mas nunca, nunca pelo Mata.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Desculpem lá, mas respeito pelos eleitores e competência não condizem com Mata Cáceres. Ai devem ser o mais objectivos possíveis.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

SERPENTINA TRICOLOR FOREVER

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mas o que é isto? Como é que alguém pode ser tão sério, objectivo e desinteressado, e depois admitir votar no Cáceres? Mas que coerência é esta? Acaso vive em Portalegre, ou algures entre Marte e o Planeta Terra?

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Arranjar desculpas como esta para votar no Cáceres não é lá muito honesto não!

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Este método é fantástico. Não vota no Escarameia por não conhecer a lista, mas admite votar no Mata sem conhecer lista nenhuma. Realmente concordo com o de acima. Que grande baralhada vai nessa cabeça amigo?

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Falam do polis mas esquecem que o Pinto Leite também por lá andou.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Volto para defender o meu ponto de vista.
Eu disse que provavelmente voto no Cáceres. Expliquei os meus motivos mas não quero convencer ninguém, nem sequer que a minha análise está correcta.
O que defendo é o modelo de análise, e se o raciocínio for isento e objectivo, quero lá saber se um dos amigos chega à conclusão que deve votar A, B ou C.
O que quero dizer é que não devo votar A, B ou C pela cor dos olhos, por clubite ou por interesse pessoal, mas sim por objectivamente concluir que é o melhor para a minha cidade.
Se nesta análise eu chegar à conclusão que devo votar Cáceres, está certo, como estará certo o inverso. Se devo votar Escarameia, que mal conheço, ou Capote, é cá comigo - ou consigo, se essa for a sua conclusão.
Eu apenas segui uma linha de raciocínio e não é a conclusão o que interessa aaqui, repito, mas sim o método.
É a forma como decido o voto o que me preocupa, não a conclusão em si, estamos entendidos?
Se a análise for séria, e porque é feita por cada um em função das sua circunstâncias, as pessoas todas não chegarão necessariamente ao mesmo resultado... e ainda bem!
A diversidade de opinião é que é salutar, e a discussão só pode ser produtiva se não estivermos pré-determinados, ou seja, só vale a pena discutir se quisermos analisar de forma isenta e o mais informada possível os factos. Esse é o método, quanto à conclusão a que cada um chega, tem a ver com a sua natural capacidade de pensamento.
É isto o que interessa, não se concluo que prefiro o Cáceres, o Escarameia, outro qualquer ou nenhum.
É que até posso concluir que não prefiro nenhum, mas num dado cenário prefiro um a outro sem que goste do que escolho.
Estamos entendidos?

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Pinto Leite.
A pessoa merece-me consideração.
Conheço-o e é dos poucos que consegue ser isento e é tecnicamente muito capaz.
No concreto acho que conhece muito mal Portalegre e em termos práticos não seria especialmente útil.
É uma questão de perfil: nem toda a gente tem de servir para tudo, e porque se é bom no plano do conhecimento não tem de se ser bom na execução.
O Pinto Leite está uns furos acima do que se pretende de um vereador, que deve ser uma pessoa de acção, não necessariamente de concepção.
Por outro lado podia perceber se fosse o 1º da Câmara, o acbça de lista. Mas o 2º? O Pinto Leite que é director nacional do Polis?
Por amor de Deus, isto é para enganar quem? É para dar credibilidade à lista e depois ir-se embora?
Não acredito que se ganhasse a Cãmara ficasse como vereador. Nem fazia sentido.
Acho pois a lista uma "aldrabice" no sentido de pretender cativar eleitorado com uma candidato fantasma, que de facto não existe.
E reafirmo o que disse. Não creio que fosse grande vereador, mas se eu fosse presidente da Câmara quereria muito tê-lo como conselheiro.
Espero que consiga ter sido suficientemente claro no meu raciocínio para não me virem chamar tonto, dizendo que não quero ter o homem como vereador e depois justifico que o mal é ele não ser vereador.
É que o que eu digo são três coisas.
1 - não acho que tenha perfil para vereador
2 - Não acredito que estaja disponível para ser vereador
3 - Que é um bom técnico e a CMP nunca devia dispensá-lo como conselheiro técnico (por mim, e se não fosse incompatível, até deveria ser assesssor téncnico da Câmara só para dar pareceres e opiniões).

Agora digam que não entenderam e que a minha cabeça está cheia de caca.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Tendo em conta que isto é um local de discussão, não consigo imaginar uma mente lucida que ainda hesite se vai votar no Cáceres ou não. Defeito meu? Talvez! Mas por mais explicações que me venham a dar, relacionadas com cores, clubes, partidos ou vicios, o que me interessa é Portalegre. E ai objectivamente digo, Cáceres não serve para Portalegre, Cáceres serviu-se de Portalegre. Logo, não deve ser novamente reeleito.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Pessoas válidas e competentes não servem para vereadores. Ok. Está certo. É por isso que o Mata vai escolher quem vai escolher para as listas! tá certo!

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Onde chega o ódio à candidatura do Escarameia. As desculpas que se usam para não votar nele atingem o cumulo do ridiculo. Cada um tem o que merece.

segunda-feira, 27 julho, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Os três últimos comentários falam por mim, ou seja, conseguem conter a antíteses de tudo o que disse antes.
Acho que não vou voltar a repetir-me mas, por consideração, deixo mais uma vez o seguinte:
- estou-me borrifando para o Cáceres e para o Escarameia. Portalegre é que me interessa. Não me interessa em quem voto ou você vota, interessa-me muito mais as razões por que o faz. É em resultado de uma análise séria? Então vota bem, concorde eu ou não.
É a questão do método!
- Pessoas sérias e competentes não servem para vereadores.
A frase é sua, não minha.
O que eu digo é que do que conheço do Pinto leite tem perfil técnico de grande envergadura e que no caso de Portalegre não se coaduna com o desempenho da função de vereador.
Estou a falar dos requistos da função em concreto e do perfil em concreto.
Será preciso explicar-lhe que uma pessoa séria e competente pode ser um óptimo caixa de banco ou não ser?
Não é a competência ou a seriedade que estamos a analisar.
Uma pessoa pode ser competente e séria e não ter o que considero ser o perfil adequado para uma Câmara como a de Portalegre e tê-lo para a de Coimbra, pela simples razão que aqui está numa aldeia em que se pretende do vereador umas coisas e em Coimbra está numa cidade em que o papel do vereador é diferente.
É o problema da pessoa que serve para conduzir aviões mas não camiões, p.e.. Qualquer psicóçogo ou especialista em recrutamente lhe explica isto facilmente.

segunda-feira, 27 julho, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter