terça-feira, 27 de setembro de 2011

ATROPELAMENTO MORTAL

Nalgum oásis do princípio ele fora
um fugitivo brilho no olhar de Deus
-a vida havia de lho lembrar muitas vezes.

Atravessou as nossas ruas entre gatos,
a chuva molhou-lhe as pobres botas cambadas.
Teve um banco de jardim, teve amigos, um deles o sol.
Sempre sem o saber procurou Deus.
Um dia foi campos fora atrás dele, perdeu o emprego
na Câmara Municipal. Teve mãe mas depois
nunca mais foi solução para ninguém.

Naquele dia a morte instalou-o
confortavelmente no céu. Lá se foi
com seus modos humanos, seus caprichos
e um notório acanhamento em público
(há-de a princípio faltar-lhe à-vontade entre os anjos).

Tinha o nome no registo, agora habita
nas planícies ilimitadas de Deus.
Nas suas costas ainda se derrama
a tarde interrompida.
Manhãs e manhãs desfilarão sobre ele,
caracóis cobrirão a memória daquele
que foi da sua infância como qualquer de nós.

Teve um nome de aqui, andou de boca em boca,
agora é Deus que para sempre o tem na voz.



Ruy Belo
Aquele Grande Rio Eufrates

Etiquetas: ,

4 Comentários:

Anonymous o Cuco disse...

anda por aí uma geração à rasca!
ontem tropecei neles na esplanada do tarro. elas tinham enjorcado 9 imperiais por cabeça. eles iam na 5ª.

às 6 da manhã acordei sobressaltado com uns grunhidos vindos da rua que sai da praça da republica. abri a janela e não tive duvidas: o fedor que pairava na atmosfera era de uma mescla de bagaço com cerveja. trasvazada das goelas que já se encontravam cheias como ovos.

pensei: estamos na semana académica!

para toda essa merda estão-me a roubar metade do ordenado...

terça-feira, 27 setembro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Osca-se ! O grande herói da Madeira vai ter nova maioria absoluta !

terça-feira, 27 setembro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Ontem fui a um putitá. Estava lá um batalhão da geração à rasca. Atropelavam-se as bebederas.

terça-feira, 27 setembro, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Anda por aí uma geração à rasca!
Quem viu o pessoal de enfermagem à rascaa para encher o lago do tarro com garrafas de 1,5L e garrafões de 5L?
Nem sequer tinham a noção da dimensão do lago... tristes cenas.
São o pessoal do futuro.

terça-feira, 27 setembro, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter