sábado, 5 de setembro de 2009

FANTASMAS E YIN-ZEN

Não acredito em bruxas mas entretanto:

-A Manuela... calaram-na!

-Este blog está nos cuidados intensivos, pois um anónimo, estranhamente disponível, sempre atento, fantasma da António Maria Cardoso se transferiu para Portalegre e digita em branco,loucamente, porque não sabe que "não há machado que corte a raiz ao pensamento".

-"And at last but not the least" o meu telemóvel, que julgava pessoal e apenas acessível a um número restrito de amigos, é invadido por sms de desconhecidos a convidar-me para vários eventos.
Como pessoa bem educada procuro agradecer-lhes, convidá-los porventura para vir cá a casa beber chá...mas não me atendem.
Deviam mesmo vir cá a casa beber chá, até porque é mesmo verdade: não acredito em bruxas!

Jorge Luís Lourinho Mangerona

Etiquetas: , , ,

30 Comentários:

Blogger José Corvo disse...

"Este blog está nos cuidados intensivos, pois um anónimo, estranhamente disponível, sempre atento, fantasma da António Maria Cardoso se transferiu para Portalegre e digita em branco,loucamente, porque não sabe que "não há machado que corte a raiz ao pensamento""

Amigo autor deste blog acabe com os anónimos e faça com que as pessoas se identifiquem.

E isto porque não há pensamento que resista às atoardas dos "filhos-da-puta"

sábado, 05 setembro, 2009  
Blogger xicoperera disse...

É curioso que há tempos atrás andava muito boa gente preocupada com o facto de irem abrir um museu dedicado ao Salazar, lá na terra dele.

Cada vez mais penso que nos devemos antes preocupar com os salazares que ainda por aí andam...

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous Rui disse...

Mário Soares considerou hoje que o cancelamento do Jornal de Sexta da TVI é uma questão "do foro exclusivamente de uma empresa" e não de "liberdade de imprensa."
O democrata, o herói de 1975, o homem que enfrentou a unicidade sindical atestou hoje o óbito da liberdade de imprensa.
Podia-se discordar de Mário Soares, mas respeitava-se a sua luta pelas liberdades políticas.
Até hoje.
Até vermos o Pai da Democracia lavar as mãos do pluralismo político em Portugal.
35 anos e um meses depois do 25 de Abril.
Estou muito triste.
A Liberdade está de luto.

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous JOSÉ disse...

O caso TVI-Jornal de Sexta, continua a dar que falar e escrever. Uma das questões mais interessantes que se desenvolve nos media é a discussão sobre a qualidade intrínseca do jornalismo do Jornal de Sexta.
Para alguns, com destaque para o isentíssimo Emídio Rangel, é um jornalismo vergonhoso. Marinho e Pinto, enquanto jornalista e autor da peça no jornal Diário do Centro sobre Mário S. , não disse mais- nem precisava, porque já sabemos que lado político pretende ocupar no espaço mediático e provavelmente não só. Isenção maior não haverá, por isso mesmo...

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous JOSÉ disse...

Assim, restam várias opiniões negativas como a do director do Expresso, Henrique Monteiro, outro exemplo e modelo de um jornalismo de uma qualidade que ultrapassa fronteiras e já é citado nos corredores do New York Times, para não falar no Guardian ou na BBC.
Henrique Monteiro nem se dá ao trabalho de justificar e fundamentar a sua opinião. Não, é-lhe suficiente debitar que tal jornalismo "é um mau produto" ( sic, et pour cause).

No entanto, outros, como José Manuel Fernandes e Miguel Pinheiro, não topam o tal mau jornalismo e até mencionam exemplos estrangeiros como é o caso de Lou Dobbs da CNN, um jornalista de tv alvo de controvérsia precisamente por causa da opinião misturada com informnação ou Jeremy Paxman da BBC, também alvo de críticas ...que não de censura de corte.

A questão essencial no debate entre jornalistas portugueses, em relação ao caso TVI, assume um outro aspecto que esconde o óbvio: os críticos do jornal de Sexta de Manuela Moura Guedes, são geralmente comprometidos politicamente com o poder que está. Emídio Rangel, quem é e o que pretende? Uma oportunidade de regressar à tv e fazer o que fez na SIC. Embora a água de um rio não passe duas veses sob a mesma ponte, Rangel quer construir um barragem mediática que o leve a provar do mesmo poder que já teve e que uma vez o levou a considerar capaz de eleger um presidente, como quem vende um sabonete ou dentífrico. Vergonha jornalística, isto? Não. Apenas pragmatismo de quem nunca deveria ter sido jornalista na vida mas apenas delegado de propaganda.

E os demais críticos que fundamentos apresentam para classificar o jornalismo da TVI à Sexta, como " execrável", "abaixo de cão", " mau jornalismo", que argumentos substanciais apresentam e, principalmente, que exemplo pessoal têm para mostrar de que são não só arautos de um jornalismo de qualidade mas também o praticam?

Alguns, têm do jornalismo a mesma visão que Mário Soares e são geralmente indivíduos que apontam este como exemplo de político. O jornalismo instrumental que praticaram, de moço de recado e com interesses escondidos na pretensão de mostrar agrado, por vezes de sabujo, deveria envergonhá-los. Mas isso seria pedir demais a quem prefere sempre um jornalismo acomodado ao poder que lhes agrada do que um jornalismo que o questiona para bem de todos.
No jornal 24 Horas, de outro jornalista cuja qualidade de produto tem sido comprovada ao longo dos anos. Pedro Tadeu é um jornalista correcto?
Não é.
Acolheu e acolhe nas suas páginas notícias de pendor enviesado a favor de interesses que nem sempre são claros ( no caso da Casa Pia, por exemplo) e mesmo assim, de vez em quando compro-lhe o jornal que até tem algum interesse objectivo. Por isso mesmo, nunca o censuraria por corte.
Apenas com o uso das mesmas armas que o tipo usa: as palavras.
Para lhe denunciar os compromissos.
No caso de Manuela Moura Guedes, o seu jornalismo detestado por quem detém o poder do momento, deveria ser criticado no estrito campo da sua prática: o uso das palavras e imagens para narrar e descrever factos.
Isso, porém, não vejo fazer aos seus críticos.
O que vejo é um arreigado desejo de a correr da informação por lhe estragar os arranjos pessoais e politico-partidários.
Se Manuela Moura Guedes fosse a favor deles e contra os adversários políticos, seriam os primeiros a inverter a tónica do discurso instrumental e a atacar quem a atacaria.

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous JOSÉ disse...

Um argumento patético é o do director-adjunto do 24 Horas, Martins Pereira, hoje no jornal: " Um jornal que tem sete, oito ou dez notícias seguidas a criticar o Governo ou o primeiro-ministro não é um jornal isento e sério." Isto é de rir e só a pouca idade do escriba pode explicar. Então se fosse uma ou duas, já mudava o critério?
E se as restantes não fossem de crítica, então ainda acrescentaria maior isenção e seriedade, pobre Pereira?!
Se colocassem a alguns dinossauros do jornalismo português de salamaleque ao poder, a pergunta sobre se consideram bom jornalismo o que o El Pais, La Repubblica e a Economist andam a fazer sobre Berlusconi, com ataques cerrados, contínuos e virulentos, visando a sua vida pessoal ( o La Repubblica anda há semanas a perguntar todos os dias o que Berlusconi tem a dizer sobre o caso que manteve com uma menor, denunciado pela ex-mulher...) o que diriam esses bonzos do jornalismo pátrio, tipo Bettencourt Resendes e outros?
Pois sim, já sabemos a resposta: um olhar vago e contrafeito para dizer o que não podem: que o jornalismo é sempre contra-poder e que a associação ao poder prostituiu o profissional. Mas isso, eles não podem dizê-lo. E muito menos assumi-lo.

Isto é tão claro como a prática política a que estamos habituados. Por isso, que se amolem.

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

meus amigos, isto são ordens do Socrates, para calar este blog em portalegre.
o xuxa que passa o dia a enviar mensagens em branco, utiliza como forma de calar as criticas sobre o socrates e a politica aos xuxas de portalegre.

não tenho medo dos xuxas nem do socrates

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

menino xuxa, podes meter tudo em branco, eu continuo a não ter medo de ti e do poder do partido socialista.

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

as mensagens em branco é para calar as criticas ao mentiroso do paroquio do socrates


Sócrates-Jerónimo
«Não tive qualquer influência em qualquer mudança na TVI»
No primeiro debate após o afastamento de Manuela Moura Guedes, José Sócrates negou ter tido qualquer influência em qualquer mudança na TVI. Frente a Jerónimo de Sousa, o socialista demarcou-se daquilo que o PCP apelida de «política de direita»

sábado, 05 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


























































































































































-

segunda-feira, 07 setembro, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter