segunda-feira, 25 de maio de 2009

O TRIÂNGULO TURÍSTICO

Ao entrarmos em Portugal, pela fronteira dos Galegos, deparamo-nos com um enorme outdoor publicitário de promoção ao Alentejo, onde impera a planície.


Esquisito!


Sou, orgulhosamente, alentejano mas considero esta publicidade, no mínimo, esquisita. O lógico seria aqui encontrarmos um qualquer mecanismo publicitário que promovesse o Nordeste Alentejano: Castelo de Vide, Marvão e Portalegre!


Após as eleições autárquicas de 2005, quando estes três concelhos ficaram a ser governados pela mesma cor política, surgiu a esperança que nesta região fossem implementadas, finalmente, verdadeiras parcerias e uma estratégia comum de promoção turística. Puro engano… ficou tudo na mesma!

O que, infelizmente, perdurou desse processo de intenções foi, apenas, uma agenda cultural comum. Pouco. Muito pouco. Quase-nada!

E é pena!


Castelo de Vide organiza os seus eventos e defende os seus interesses hoteleiros isoladamente; Marvão organizou uma candidatura a Património Mundial sem envolver a região nessa “batalha”; e, agora, Portalegre parece pretender organizar e relançar a sua oferta turística, também, de uma forma isolada. Estes, são apenas alguns exemplos ilustrativos!


E esta é uma política em que todos perdem. É uma política em que cada um defende, de uma forma provinciana, o seu “quintalzinho”, lutando para que o seu seja melhor que o do vizinho…


Os políticos locais lamentam-se que o poder central esqueceu esta região. Que determinou que a mesma seja, agora, quase como que um “enclave” abandonado. É verdade! Mas, localmente, é preciso remar contra essa adversidade, sendo que só remando em conjunto e, sincronizadamente, se poderá vencer esta corrente adversa.

Castelo de Vide, Marvão e Portalegre deveriam organizar-se e promover uma política na área do turismo de ganhar/ganhar/ganhar! Em conjunto, constituem uma região com um rico património natural e edificado, fazendo todo o sentido promovê-la turisticamente de uma forma global!

A “Turismo do Alentejo ERT", entidade recentemente constituída para a promoção do Alentejo, abarca uma área tão extensa que terá muito dificuldade em ser eficaz. O Nordeste Alentejano é, claramente, um nicho de mercado a explorar, integrado nessa vasta região.

Estes três municípios deveriam ter a capacidade de se organizar, constituindo uma entidade que, com um orçamento adequado, promovesse o Nordeste Alentejano e os seus pontos e produtos de interesse. Este “enclave” tem tantos pontos fortes (dispenso-me de os enumerar) que não seria, com certeza, necessária grande criatividade para engendrar essa promoção.


Com esta estratégia e com o tal triângulo turístico todos ficariam a ganhar!


Certamente!


Bonito Dias

Etiquetas: , , , ,

39 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

este veio de onde??

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Bolota disse...

Concordo...
O pessoal do turismo que ponha mãos à obra!
O turismo é de quem?

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Ai agora é o turismo? Boa, então as promessas que estes três moscãoteiros Rondão ou Lancha! Juntaram os 3 mais incompetentes presidentes de câmara de sempre nestes municipios e ao mesmo tempo, o que é que V.Exas. queriam?

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mas estão à espera de quê? A mistura é explosiva:Vitor Frutuoso + António Ribeiro + Mata Cáceres, sob o PSD é exactamente igual a: Inércia, inoperancia e incapacidade.

Castelo de Vide já foi a Sintra do Alentejo e já teve em tempos idos importancia turística.
Marvão teve a candidatura a Património da Humanidade chumbada pelo governo do Durão Barroso.
Portalegre foi "abençoada" pelo visionário Mata Cáceres, que como estratégia de desenvolvimento da actividade turística, procedeu à compra de bicicletas para os turistas usarem de visita Á CIDADE.


Além de aguardar pelo dia das eleições, só nos resta rezar.

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Que vontade de rir isso de promoção do turismo no Nordeste Alentejano não passa de piada, experimentem a dar uma volta pelos postos de turismo da região e vão ver que muitos destes serviços de apoio ao turista que nos visita nem dispõem de telefone ou Internet. Aqui está uma situação que a ex Região de Turismo de S. Mamede nunca conseguiu ou quis resolver e pelo que se pode aferir a “Turismo do Alentejo ERT", vai pelo mesmo caminho.
Dou apenas como exemplo o caso de Campo Maior quando por lá passei com uns amigos estavam três funcionárias no posto de turismo, mas não dispunham no mesmo de qualquer tipo de comunicação, para telefonar tinham que utilizar o telefone publico do Hipermercado em frente, como não havia telefone e Internet não nos conseguiram informar dos horários dos comboios com saída de Elvas para Lisboa.
Será isto a melhor promoção do turismo no Alentejo?

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Por acaso e só a título elucidativo, os postos de turismo são das Câmaras... caso não saiba.

Curioso não ver a referência que este post é do Forum de Marvão, de Bonito Dias, e é ao mesmo tempo um artigo para sair num jornal

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Os rebanhos comunitários vinham a caminho, mas foram atacados por um bando de lagartos e viboras cornudas que vinham em fila a caminho do reptilário! Entretanto os mesmo repteis ao chegarem ao sopé da Penha, foram massacrados por um buldozer que entretanto demolia o Estádio Municipal! Mas a coisa não ficou por aqui; esse buldozer que pertencia à Fundação Robinson e que queria estacionar junto ao Centro de Realidade Virtual, era conduzido por um jovem com poucas capacidades de condução que o estampou contra as instalações da Game City, arruinando assim um projecto para 20000 pessoas em Portalegre. O dinheiro das indemnizações arruinou de vez as contas da CMP que teve que vender a sede do Municipio ao Grupo Pestana para ali fazer um hotel de charme, mas ..... os fantasmas dos elevadores da fàbrica real assombravam de tal forma os turistas que fugiram todos em demandada, e nisto, o recém inaugurado aerodromo não teve capacidade de respota, o pânico instalou-se, um avião espetou-se na torre de controlo que caiu em cima do Parque Aquático e do novo Kartodromo. Enfim, só desgraças, e tudo porque algúem se lemrou de fazer passar na mesma azinhaga um rebanho de ovelhas e um grupo de Viboras Cornudas. Chiça que é azar ....

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous O Cobardolas 2 disse...

Esse Bonito é o gajo da CGD? Se for esse, também tem a mania que é um grande pensador da coisa alentejana. O tipo anda sempre atrás dos mesmos, mas como não tem coragem de assumir as suas cores, vai escrevendo estas banalidades deprimentes. Coragem rapaz, frases bonitas não bastam. Quer dizer mal de Marvão e arredores, mas como não tem coragem de o fazer, faz estas reflexões brilhantes.

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

coisas brilhantes??esta conversa já é do tempo do Amílcar, do Porta da Ravessa, quase até do tempo do Silva Mendes

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

EM DEFESA DA MEMÓRIA DE CAPELA E SILVA

O PLÁGIO do “ESCRITOR” Ribeirinho Leal
__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
OS «RATINHOS»
A planície vinha perdendo pouco a pouco o viço primaveril.

Agora na página 69 do livro do Ribeirinho lê-se
Os Ratinhos
À medida que a planície vinha perdendo, pouco a pouco, o seu viço primaveril
__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
No dia do acabamento parece que toda a camarada endoidece. Muitos rezam fervorosamente, recolhidamente, foice no braço, chapéu a esconder as mãos postas, separados da despótica campina, com o espírito lá muito longe, nas suas leiras, na sua casinha humilde, na mulher e nos filhos, pensando na alegria simples e boa, vivida no acanhado horizonte da sua aldeia, a enleá-los, a prendê-los, para que não fujam para o enganoso mundo dos fortes, para o mundo das planícies!...

Na página 70 do livro do Ribeirinho lê-se:
No dia do «acabamento», era como se todos endoidecessem.
«Muitos rezavam fervorosamente, de foice no braço e chapéu a esconder as mãos postas, com espírito lá longe, na casinha humilde, na mulher e nos filhos.

__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
De lenços bordados ao pescoço, recordação das namoradas, paus ao ombro, de onde pendem as mantas e mais copa, foices e cabaças a tiracolo, lá vão eles agora envoltos em pó da cor do fumo, como aves migratórias outra vez na sua rota!

Na página 70 do livro do Ribeirinho lê-se:
De lenços bordados ao pescoço-recordação das saudosas namoradas, pau ao ombro, donde pendiam as mantas e mais «copa», foices e cabaças a tiracolo, eles lá iam, envoltos em pó cor de fumo, quais aves migratórias, outra vez na sua rota».
__

Deixa-se aqui um pequeno exemplo do plágio do Ribeirinho Leal.
Mas que se saiba que há quem esteja a cotejar todo o livro para publicamente denunciar esta vergonha.

A CÂMARA MUNICIPAL DE PORTALEGRE NÃO PODE PACTUAR COM ESTA VERGONHA!

PELA DEFESA DA MEMÓRIA DE CAPELA E SILVA

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

É desprestigiante a CMP receber na sua Sala de Visitas este CRIME CULTURAL!
O Presidente Mata Cáceres tem que ter conhecimento do que se está a passar.
Portalegre não pode passar por esta vergonha.
A CMP não poderá vir alegar que desconhecia este caso
O PLÁGIO de Ribeirinho Leal é PÚBLICO!

ratinhos

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

JOSÉ ALVES CAPELA E SILVA

Um Filho do Chão Sobral

José Alves Capela e Silva,
É o primeiro cidadão,
Que também escreveu livros,
E que nasceu no meu Chão,

Nasceu ali À Quintã,
Nos fins do século dezanove,
Na casa da senhora Laura,
Que já não era casa pobre...

Foram pais deste autor,
De uma prosa muito bela,
Maria Alves da Silva,
E José Luís da Capela.

Ele, Regente Agrícola,
Que viera do Goulinho,
Ela, era sobrinha,
Dos Velhos do Colcurinho.

Tirou o curso do pai,
E exerceu no Alentejo;
Dá-lo mais a conhecer,
Era meu grande desejo...

Fez o livro GANHARIAS,
E mais livros importantes,
Todos sobre o Alentejo,
Dos seus tempos já distantes.

E tem no "Museu do Traje"
Outras provas de cultura:
Figuras do Alentejo,
Com a sua assinatura!

Eu não sei se lá por Eivas,
Lhe mantêm a memória;
Eu aqui na sua terra
Registo a sua história!

(1) Museu Etnográfico de Lisboa (?).
- José Ramiro Moreira, 2006

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Em tempos eleitorais era bom que a CMP não pactuasse com este escândalo cultural.
E que Filipe Serrote se desmarcasse deste tipo de 'cultura' quando voltar a escrever no Distrito...

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Desconhecia o escrito Capela e Silva. É uma vergonha o que fizeram ao livro Ganharias.
E que fácil é desmontar o plágio! Que infantilidade…

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Voltando ao tema do post, nomeadamente ao concelho de Marvão. É na verdade lamentável a gestão camarária dos últimos 4 anos. O presidente porque é incapaz. O vereador a tempo inteiro porque se perdeu em querelas inúteis e agora se lamenta em vez de, atempadamente ter batido com a porta. E ninguém chumbou a candidatura, foi retirada, por parecer negativo do Icomos.Agora, preparam-se para se colar a Elvas, quando estiveram 4 anos à deriva, a perder tempo, contactos e mais valias. Enfim, para bem de Marvão e do triângulo turistico, oxalá seja desta.

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A editora Colibri sabe o que se está a passar.
O Fernando Mão-de-Ferro foi informado pessoalmente do facto do livro ser um plágio do livro 'Ganharias' de Capela e Silva

E a CMP não toma posição?

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Xico Silva disse...

"O Triângulo Turístico", só vive de aparências, como todos os políticos que dirigiram a antiga "Região de Turismo de S. Mamede" e o actual "Turismo do Alentejo - ERT". Eles por acaso todos filiados no Partido Socialista foram parar aos cargos para passearem, comer almoços e jantares, receber milhares por debaixo da mesa, estamparem caros, apanharem grandes bebedeiras à nossa custa, comer umas "senhoras gajas" e a seguir convida-las para prestarem serviços à extinta RTSM, ir às senhoras putas, etc.
Promover o turismo no norte Alentejano é pura mentira.
Basta ver agora o trabalho de merda que o "Turismo do Alentejo - ERT" está a fazer com os novos folhetos turísticos que lançou, fotografias desactualizadas, textos cheios de erros ortográficos, etc,.
São sempre os mesmos a comer e só fazem merda.
Assim nunca lá vamos, não passamos da cepa torta.

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Desconfiado disse...

Eu estou a dormir ou vi algures um post a defender o pequenino Pipinho no Blog, para que não lhe batam tanto, e agora o post desapareceu. Huuuuuuummmmmmm ... cheira-me a esturro.

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Atento disse...

Deves ver melhor, pois o comentário está lá. Nunca foi um "post".

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Fui ver e de facto o comentário está lá. Um comentário objectivo, com muita clareza de ideias. Sim senhor. Um amigalhaço.

Este também não destoava se entrasse nas listas do PSD. Numas quaisquer.... tem pinta de ser versátil, quase poliglota.....

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Contaram-me que sábado, em Portalegre, houve bodo, bolo-rei com muita e variada fruta, bem misturada. Carrilho da Graça e Mariano da bomba, na mesma massa!
Mas, ao que me disseram, o ponto alto da sessão aconteceu quando uma das loiras dizia coisas enquanto a outra, a Falbala da vereação, se saracoteava, atravessando o palco, para entregar o brinde ao menino do Colégio das Mimis.
Desonrada ficou a mais que secular Escola Industrial, agora não forma nem mestres nem artífices, não tem espaço para dar almoços, só serve as Mimis e seu menino.
Triste sina a das Instituições, tomadas de assalto, por aqueles que em vez de servir, se servem, e de que maneira! Né?
Quem te mata, Cáceres são as loiras!

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A editora Colibri sabe o que se está a passar.
O Fernando Mão-de-Ferro foi informado pessoalmente do facto do livro do Ribeirinho Leal ser um plágio do livro 'Ganharias' de Capela e Silva

E a CMP não toma posição?

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

percebe-se que 'a Falbala da vereação' é a Helena Nabais Pinto.

mas quem é a outra loira oxigenada???

não é a BELÍSSIMA Manteiga pois não? essa não tem nada de artificial! é tudo bom!!!...

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Já foram ao Forum Marvão? Lá também se fala da " farça" (???) (escreve-se farsa)da candidatura em serie. Porquê farsa?Que fale quem sabe.

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O post desse tal Bonito Dias mais parece recado encomendado pelo primo, ou cunhado ou lá o que é do ex vice-presidente da câmara de Marvão que agora resolveu virar-se contra o presidente!

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mas que ele tem razão, tem. Então nós aqui não somos tão diferentes do resto do Alentejo? Porque não se aproveitam essas diferenças?Adeus agricultura, adeus industria, o turismo é a actividade do futuro.

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Onde é que se pode ver a lista dos medalhados? Não está no site da Câmara.

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

o artigo do Bonito Dias vem hoje no jornal Alto Alentejo

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Será a Serrote?

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

a Serrote é loira???

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

É loira é. A Eng.ª tambem é!

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

É loira é. A Eng.ª tambem é!

quarta-feira, 27 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

A engª do tacho da fundação e da adega é oxigenada, não é loira!

quinta-feira, 28 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

aquela candidata ao parlamento europeu tambem é oxigenada, não é ?

quinta-feira, 28 maio, 2009  
Anonymous Compadre envergonhado disse...

Em Defesa da Memória de Capela e Silva

O PLÁGIO do “ESCRITOR” Ribeirinho Leal
__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
OS «RATINHOS»
A planície vinha perdendo pouco a pouco o viço primaveril.

Agora na página 69 do livro do Ribeirinho lê-se
Os Ratinhos
À medida que a planície vinha perdendo, pouco a pouco, o seu viço primaveril
__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
No dia do acabamento parece que toda a camarada endoidece. Muitos rezam fervorosamente, recolhidamente, foice no braço, chapéu a esconder as mãos postas, separados da despótica campina, com o espírito lá muito longe, nas suas leiras, na sua casinha humilde, na mulher e nos filhos, pensando na alegria simples e boa, vivida no acanhado horizonte da sua aldeia, a enleá-los, a prendê-los, para que não fujam para o enganoso mundo dos fortes, para o mundo das planícies!...

Na página 70 do livro do Ribeirinho lê-se:
No dia do «acabamento», era como se todos endoidecessem.
«Muitos rezavam fervorosamente, de foice no braço e chapéu a esconder as mãos postas, com espírito lá longe, na casinha humilde, na mulher e nos filhos.

__
Lê-se em
http://chaosobral.org/ganharias.htm#ratinhos
De lenços bordados ao pescoço, recordação das namoradas, paus ao ombro, de onde pendem as mantas e mais copa, foices e cabaças a tiracolo, lá vão eles agora envoltos em pó da cor do fumo, como aves migratórias outra vez na sua rota!

Na página 70 do livro do Ribeirinho lê-se:
De lenços bordados ao pescoço-recordação das saudosas namoradas, pau ao ombro, donde pendiam as mantas e mais «copa», foices e cabaças a tiracolo, eles lá iam, envoltos em pó cor de fumo, quais aves migratórias, outra vez na sua rota».
__

Deixa-se aqui um pequeno exemplo do plágio do Ribeirinho Leal.
Mas que se saiba que há quem esteja a cotejar todo o livro para publicamente denunciar esta vergonha.

A CÂMARA MUNICIPAL DE PORTALEGRE NÃO PODE PACTUAR COM ESTA VERGONHA!

Pela Defesa da Memória de Capela e Silva

Sábado, 23 Maio, 2009


Anónimo disse...
Como é possível que a CMP tenha cedido o seu Auditório para um acto vil contra a Cultura!

A CMP tem que proibir esta vergonha.

O Ribeirinho que vá praticar esta iniquidade para casa dele.

quinta-feira, 28 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Não sei quem é ou quem foi o Capela e Silva , mas sei quem é o Ribeirinho Leal , se calhar o livro de capela e Silva vai agora ter o sucesso que não teve anteriormente , só que pelas mãos do Comendador , vou estar na apresentação do livro e concerteza iriei comprá-lo.

quinta-feira, 28 maio, 2009  
Anonymous O Justo disse...

Deviam agradecer ao Prof. Ribeirinho Leal o facto de ter reavivado este livro que ninguêm conhecia assim como o seu autor, que acredito que fosse muito boa pessoa, mas que, não tinha o impacto que o Prof. Ribeirinho Leal consegue ter. Bem ou mal o importante é falar, e acreditem que quem está a lucrar com este falatório todo é o Prof. Ribeirinho Leal.
E só para terminar em beleza digo:
Viva Mata Cáceres e a sua corja!!!

sexta-feira, 29 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Mas afinal quem é esse Ribeirinho Leal?
Só deve ser conhecido por aqui...
Nunca ouvi falar....

sexta-feira, 29 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

As loiras oxigenadas de que falam têm uma grande vantagem em relação a vocês: com uma ida ao cabeleireiro, alteram num instante essa sua característica; enquanto que a vossa estupidez jamais será eliminada (está entranhada nos v. genes)!

sexta-feira, 29 maio, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter