quarta-feira, 20 de maio de 2009

MENINO

No colo da mãe
a criança vai e vem
vem e vai
balança.
Nos olhos do pai
nos olhos da mãe
vem e vai
vai e vem
a esperança.

Ao sonhado
futuro
sorri a mãe
sorri o pai.
Maravilhado
o rosto puro
da criança
vai e vem
vem e vai
balança.

De seio a seio
a criança
em seu vogar
ao meio
do colo-berço
balança.

Balança
como o rimar
de um verso
de esperança.

Depois quando
com o tempo
a criança
vem crescendo
vai a esperança
minguando.
E ao acabar-se de vez
fica a exacta medida
da vida
de um português.

Criança
portuguesa
da esperança
na vida
faz certeza
conseguida.
Só nossa vontade
alcança
da esperança
humana realidade.

Manuel da Fonseca
Poemas para Adriano

Etiquetas: ,

25 Comentários:

Anonymous Lula disse...

Ontem quando saí à rua fiquei contente.
Já tinha saudades de ver a cidade assim, em festa. A música nas colunas a animar as ruas, as pessoas com um sorriso nos lábios, apesar da crise e até cheirava a massa frita no ar.
Havia muita gente na rua! Como é costume nas nossas festas!
O trânsito estava fechado nas ruas do costume, para podermos passear à vontade.
E as bandeiras espalhadas pela cidade mostravam a quem nos visita que estamos em época de festas!

Ano: 1989

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Politicamente
Portalegre tem futuro...
O Desenvolvimento de Portalegre tem assentado, na minha opinião, em 3 vectores desde que Mata Cáceres é Presidente de Câmara:
1 - Desenvolvimento económico através da criação dum parque industrial com capacidade para receber todas as empresas que queiram investir em Portalegre ou mudar e melhorar as suas instalações e através da captação de investidores estratégicos. Dos 449 lotes do Parque Industrial, 274 foram já vendidos e/ou reservados;
2 - Criação de um Departamento dos Assuntos Sociais, Cultura, Educação, Desporto e Turismo com o respectivo recrutamento de recursos humanos necessários para dar resposta aos projectos das várias áreas criadas, iniciando um modelo de desenvolvimento humano sustentável no concelho;
3 - Recuperação do centro histórico com o respectivo repovoamento, dando vida a uma das principais zonas da cidade;
Desde 2001 que Portalegre tem estado a mudar. Essa mudança assentou nos vectores acima descritos e teve como matriz o desenvolvimento deste nosso concelho rompendo com a inércia instalada pelo executivo do PS. Não há um único empresário que queira investir em Portalegre e que não o faço por não ter um espaço com as características que necessite. Não há um único investidor que queira implementar o seu projecto e que não receba, por parte do Presidente Mata Cáceres, todo o incentivo e apoio que lhe é possível dar. Não há uma única pessoa que queira falar do seu problema pessoal com o Presidente e que não seja ouvido com toda a disponibilidade.
Portalegre como todas as cidades deste país, tem sentido dificuldades a vários níveis, mas não tem” virado a cara à luta”. Pelo contrário, tem “arregaçado as mangas e trabalhado. O modelo de desenvolvimento que assenta em trabalho e estratégia tem à partida, maior probabilidade de ter sucesso. É isso que tem acontecido a Portalegre, apesar do Governo se esquecer desta Cidade e Concelho do Alto Alentejo. O Primeiro-Ministro José Sócrates veio a Portalegre, nos últimos 4 anos, apenas uma vez e para inaugurar as obras do Polis. Quantas vezes foi aos outros Distritos inaugurar obras, prometer projectos, ou anunciar candidaturas aprovadas? Este indicador, diz-nos que Sócrates e o Governo Socialista olham para Portalegre como um Distrito de segunda. Eu acredito em Portalegre, acredito na capacidade destas pessoas que teimam em não abandonar as suas origens e continuam a lutar pela sua terra. Acredito que temos matérias-primas de grande qualidade e que vamos saber acrescentar-lhes valor. Acredito que Portalegre é um dos destinos turísticos portugueses com mais futuro e margem de progressão e que, mais tarde ou mais cedo, iremos sentir o efeito das sementes que se andam a semear. Eu acredito que Portalegre tem futuro…
FILIPE SERROTE
Presidente da Concelhia do PSD
filipe.serrote@gmail.com

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Eu vi bem? Este último não e o marido da outra? O descaramento já não tem limites!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Falam falam do turismo, mas eu pergunto? o que é que esta cidade tem para ver? além das lojas fechadas nos dias em que os turistas cá vêm!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

FILIPE SERROTE, mais um xulo q ker viver as custas da camara!!!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Bla bla bla... FILIPE SERROTE = Mata Cáceres... Canbada de xulos!!!

Querem pagar dividas e enxer os bolsos deles e dos amigos...

o que é q ta feito em portalegre q desenvolveu a Cidade??? NADA, ABSOLUTAMENTE NADA...

Ao fim de semana parece uma cidade fantas-ma, tudo fexado sem nada para ver ou fazer...

E os jovens??? NAO HA NADA PARA OS JOVENS...

Aqui o q interesa é rebanhos comunitarios po sr. presidente e amigos e agora a juntar mais um a lista.

Sao uma vergonha!!!

Xulos!!!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Eu também acredito Filipe!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Isto a que estamos aqui a assistir é o retrato exacto do estado da cidade entregue a estes palhaços que montaram tenda em Portalegre. A cidade descrita deve ser Porto Alegre e não Portalegre. Já nem o dia da cidade se festeja com o minimo de dignidade. Mataram a cidade. Eu também acredito Filipe! Em quê? Vão mas é guardar cabras

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Oh Pipinho:
o menino acredita mesmo no que escreveu? ou estava "na desportiva" a dizer umas coisas?

1. Não basta criar uma zona industrial e transferir para lá serviços e empresas do centro da cidade, para se dizer que o parque industrial é um dos vectores de desenvolvimento económico. Para tal acontecer é preciso fixar novas, ouviu bem NOVAS empresas. O que é diametralmente diferente do que aconteceu.
2. A criação desse departamento que refere, para mais não serviu do que para aumentar de forma desastrosa o quadro de pessoal da Câmara, colocando lá todos os amigos e filhos de amigos, como o menino Filipe.
3.A recuperação do centro histórico deve-se numa primeira fase ao Polis que não é obra do Mata Cáceres, é obra do Governo. Numa segunda fase deve-se a um outro programa do Governo PS, para recuperação de casas degradadas nos centros históricos. A esse projecto o referido departamento dos vários assuntos que a Câmara criou, ainda não conseguiu em 3 anos começar uma obra. Já agora se trabalha nesse departamento meta lá uma cunha parea acelerar o processo.

Eu acredito que Portalegre tem futuro político e futuro com gente, mas tal só será possivel se o menino Filipe deixar de planear a cidade e seu "padrinho" deixar de ser o Presidente.

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Eu nem quero acreditar no que estou a ver. O presidente da concelhia do PSD de Portalegre a escrever num blog. Onde isto chega. Não admira que os verdadeiros tipos do PSD em Portalegre não possam ver esta gente á frente. Nem com molho de tomate. UMA VERGONHA

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Ponto 1. Ninguém nos diz que este texto tenha sido, de facto, colocado aqui pelo Serrote; aliás este mesmo texto saiu na edição de hoje do Distrito de Portalegre, e pode, portanto, ter sido aqui transcrito por outra pessoa...

Ponto 2. Mesmo que tenha sido o Serrote a colocá-lo, não tem direito a isso? O "cromo" anterior que diz "onde isto chega", referindo-se ao facto de o Presidente da Concelhia do PSD escrever num blog, deve ser ainda do tempo da brigada do reumático e do lápis azul... Acorda, "cromo"! Já vivemos em democracia e em liberdade há mais de 30 anos!

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Tinhamos tasquinhas, uma semana de animação, comércio local envolvido nas festas (montras), a ganhar dinheiro com o movimento da cidade, tinhamos concertos todos os dias e para quase todos os gostos, tinhamos um local onde todos nos encontrávamos, divertiamos, falávamos, discutiamos. TINHAMOS AS FESTAS DA NOSSA CIDADE, DE PORTALEGRE, PORRA! Sentiamos prazer em aqui viver, em ser daqui. Acabaram com tudo isto, com o nosso orgulho, com a nossa honra, com a cara limpa desta cidade. Com o envolvimento que todas as freguesias tinham, que todas as empresas tinham, que os artesãos tinham, que as IPSS's tinham. Acabaram com a Portalegre que me obrigava a tirar uns dias de férias para vir da minha cidade de trabalho para aqui. Agora, quando ai vou visitar a familia, só oiço falar em rebanhos, em destruir coisas e construir outras iguais, em dividas que até as rádios nacionais já divulgam, em negócios imobiliários, em reptilários ou o diabo a sete. Como é possível tudo isto? Onde está a massa critica dos que nasceram aqui? Esta já não é a minha cidade, e estes já não são os meus portalegrenses. Desculpem a franqueza, mas é o que me vai na alma nesta altura.

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

"Dos 449 lotes do Parque Industrial, 274 foram já vendidos e/ou reservados" - gostei particularmente do "ou"! Aldrabões! E já me esquecia, outra pérola "Criação de um Departamento dos Assuntos Sociais, Cultura, Educação, Desporto e Turismo com o respectivo recrutamento de recursos humanos necessários para dar resposta aos projectos das várias áreas criadas, iniciando um modelo de desenvolvimento humano sustentável no concelho", pois foi para o empregar a ele claro está! Que palhaçada, que vergonha. Esse texto é uma provocação a todos os portalegrenses que passam por dificuladades.

quinta-feira, 21 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

O ridículo maior das Festas da Cidade deste ano é a apresentação de um livro do cromo da Rádio Portalegre…
Esta é que é a cultura que o Filipe Serrote defende…
O livro é fotocópia de um outro...
O tontinho foi desmascarado na altura…
Não tem vergonha…

sexta-feira, 22 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

LEITORES DO BLOGUE
Estamos perante um caso de polícia.
O livro que o ex-comendador da monarquia em Democrática República Ribeirinho Leal quer apresentar como seu e que se chama ‘Motivos Alentejanos’ é um plágio do livro ‘Ganharias’ de Capela e Silva.
Havia na Biblioteca Municipal de Portalegre um exemplar deste livro ‘Ganharias’ que inexplicavelmente desapareceu.
Alguém o terá levado e nunca o devolveu. O que pode querer dizer alguma coisa.
Quando saiu a primeira edição foi de imediato descoberto o plágio.

Alentejanos

sexta-feira, 22 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

As novidades que li do Presidente da concelhia são sem duvida alucinantes, um Departamento para dar resposta.... so se for para dar serviço ao bar da Câmara e dar entrada a alguns tecnicos como sejam o Filipe Serrote (marido da outra), A Céu Frutuosa, a filha do presidente da Junta da Rib de Nisa e mais uns ... mas acredito que o presidente da concelhia dê uma ajuda a defender a situação ... pois outra coisa nao seria dse esperar uma vez que o mesmo anda na esperança de tacho........

sexta-feira, 22 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Tacho já ele e a mulher têm. Os nabos espertos são assim.

sábado, 23 maio, 2009  
Anonymous Viriato Vigia disse...

A filha do Presidente da Junta de Freguesia da Ribeira de Nisa, NÃO, ela até é Licenciada em Animação Socio-Cultural, e tá a exercer na sua área..., mas o seu tachinho já vem do tempo do tal Amilcar, isto a politica é uma miscelanea, já não interessa a cor partidária, eles vendem-se por dá cá aquela palha...já agora, não é só a filha do Presidente da junta da R. N., é também o genro, para ele também lhe arranjaram um tachinho, coisa de pouca montra, como chefe...
Viva o compadrio da nossa cidade....

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Câmara Municipal de Portalegre deve ter usado alguma Central de Compras para comprar tanta medalha. Parece que foram umas setenta e tal. Comerciantes, empresários amigos, agricultores amigos, enfim, foi um fartar vilanagem, tudo com o objectivo final de renovar um mandato que parece estar tremido. Será que a malta de Portalegre vai nesta conversa e deixa-se vender? Esqueceram-se do Terruca e do Paulinho, mas a esses se calhar ainda vão dar o nome de alguma rua. Já agora, e só por curiosidade, porque será que o Hotel do Pestana e o CComercial novo não arrancam? Alguém dá algum palpite?

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Quanto ao livro Ganharias, de J.A. Capela e Silva, o mesmo foi editado em 1939 pela Imprensa Baroeth - Lisboa. Na capa tem a figura de um semeador, tem trezentas e quatro páginas.
No final do livro é apresentado um curioso vocabulário alentejano.

Não conheço o livro “Motivos Alentejanos” do Sr. Comendador Ribeirinho Leal, mas gostaria de o ler e só depois opinar!

Aqui fica uma bonita quadra do livro "Ganharias"

Não há flôr com'a da malva
Nem terras com'as d'areia
Nem monte como Font'Alva
Nem môças com'as d'aldeia...

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Caro anónimo,

Sobre o Hotel do grupo Pestana e o tal Centro Comercial nada lhe sei dizer, mas já agora, sobre a chegada dos rebanhos comunitários já se sabe alguma coisa?

Tenho estado à espera.

PArece-me que esse projecto é mais estruturante e tem claramente mais viabilidade que os outros.

Sejamos realistas!

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Os rebanhos comunitários vinham a caminho, mas foram atacados por um bando de lagartos e viboras cornudas que vinham em fila a caminho do reptilário! Entretanto os mesmo repteis ao chegarem ao sopé da Penha, foram massacrados por um buldozer que entretanto demolia o Estádio Municipal! Mas a coisa não ficou por aqui; esse buldozer que pertencia à Fundação Robinson e que queria estacionar junto ao Centro de Realidade Virtual, era conduzido por um jovem com poucas capacidades de condução que o estampou contra as instalações da Game City, arruinando assim um projecto para 20000 pessoas em Portalegre. O dinheiro das indemnizações arruinou de vez as contas da CMP que teve que vender a sede do Municipio ao Grupo Pestana para ali fazer um hotel de charme, mas ..... os fantasmas dos elevadores da fàbrica real assombravam de tal forma os turistas que fugiram todos em demandada, e nisto, o recém inaugurado aerodromo não teve capacidade de respota, o pânico instalou-se, um avião espetou-se na torre de controlo que caiu em cima do Parque Aquático e do novo Kartodromo. Enfim, só desgraças, e tudo porque algúem se lemrou de fazer passar na mesma azinhaga um rebanho de ovelhas e um grupo de Viboras Cornudas. Chiça que é azar ....

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Filipe,

gabo-t a coragem de teres escrito, n te escondendo de forma anónima e cobarde como todos os outros fazem.

É certo q tb estou anónimo.

Desculpa e chama-m o q quizeres.

Acredita, gabo-t a coragem de escreveres para este ninho de cobras, identificado. Pelo texto sei q fos-t tu! Pq t conheço.

Acho q continuas a entrar em campos q desconheçes a matar. Tal como entras-t no PSD, como na CMP...

Como teu amigo q sou, repito, espero q n dês algum tombo.... Mas esta atitude vale-t de muito!

Portalegre precisa de gente de coragem. Caga no resto e nas bocas ANÓNIMAS!!!!

Mas aceita este conselho: CUIDADO, N JOGUES ASSIM...~

Isto está cheio de interesses instalados e, dos velhos!!! Quando tu pensas que t estão a dar a mão, estão-t a sacanear eá grande!!!

Apetecia-m por o nome... mas n consigo! Se o fizésse então é q caía o carmo e a trindade.

Mas estás a dar passos errados...

Aínda és novo... N queiras tudo de uma vez...

segunda-feira, 25 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Este ultimo bloguista deve fazer parte do tal gabinete. Deve ser uma aquisição recente e jovem.

É pena que os blogues não tenham correção ortográfica, assim sempre aprendia qualquer coisa.

terça-feira, 26 maio, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Pipinho,

Este é um fiel seguidor.

Há que estimar esta coragem, esta objectividade e esta clareza de ideias.

Sim senhor. Agora percebo que terá um grande futuro à sua frente, com muita gente lá atrás.

Já agora a maezinha ficou contente com a medalha que recebeu no dia 23?

terça-feira, 26 maio, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter