quarta-feira, 13 de abril de 2011

28 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Estes malandros dos "Xuxas" gastaram o que tinham e não tinham, derrotaram tudo... E agora somos nós que temos que aguentar a "bucha"... PUTA QUE OS PARIU A TODOS...

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Lopes da Silva disse...

Vai tudo podre, no partido que já foi socialista neste pobre distrito de Portalegre. A lista de candidatos a deputados mais parece uma lista de putas ao tacho, tal é a sua qualidade. O distrito está como o país falido mas os cromos querem é cada vez mais tacho.
Vão todos para o caralho seus vigaristas de merda.

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Senhores do FMI
Façam um favor ao povo deste nosso pequeno país, levem os vigaristas e ladrões do PS, do PSD e CDS para o fundo do oceano atlântico, pois se não fazem isso não vai haver dinheiro para tapar tantos buraco

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

A REFER anuncia que vai despedir 500 trabalhadores em dois anos, mas nada diz sobre a manutenção dos modelos de recrutamento partidário e remuneração e demais mordomias dos seus administradores. Pedro Passos Coelho diz que quer os encargos das parcerias público privadas a contar para o défice, mas nada diz sobre a sua renegociação . O mesmo PPC fala em “défice tarifário” que há que pagar, mas nada diz sobre os preços e crescimento dos lucros do sector da energia, dos mais elevados de todo o mundo. Os juros da dívida pública portuguesa continuam a bater recordes, mas PS e PSD continuam apostados na estratégia comprovadamente fracassada de “acalmar” o Deus dos mercados sacrificando mais ovelhas do rebanho, sem querer falar sequer na renegociação da dívida, fazer o uso devido ao banco público ou dar outra abordagem à integração europeia que não a de pobrezinho agradecido. O mesmo clientelismo, o mesmo rentismo, a mesma subserviência e a mesma austeridade selectiva.

Será para manter os factores que a foram cavando e para prolongar a sucessão de estratégias erradas que precipitaram toda a crise que necessitamos de uma “maioria alargada” capaz de reunir “consensos”? Esta seria a questão que ocuparia um debate político que se quisesse minimamente útil na formulação de escolhas. Na sua vez, servem-nos a disputa da paternidade e da maternidade da crise. O PS diz que o PSD é o pai. O PSD diz que o PS é a mãe. A órfã é que não quer saber da disputa. Cresce a olhos vistos. Que linda que está.

Nota: se achar que o PS é o pai, ligue 67020111. Se achar que o PSD é a mãe, ligue 67020112. Promoção válida apenas no dia 5 de Junho. Concurso restrito a assalariados e reformados que aceitem sacrificar-se para que tudo fique cada vez mais na mesma.

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Parcerias Público-Privadas vão custar €59,6 mil milhões )

Portugueses vão andar mais 40 anos a pagar os custos das parcerias público-privadas. Uma pesada herança para os filhos e os netos.

ver em:
http://clix.expresso.pt/parcerias-publico-privadas-vao-custar-8364596-mil-milhoes-fotogaleria=f643535

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Bancarrota: risco acima de 40% e juros a 5 anos em 10,42%
A probabilidade de incumprimento da dívida soberana portuguesa num horizonte de 5 anos voltou a subir acima dos 40%, um regresso aos níveis de risco de default do período de crise mais aguda entre 31 de março e 5 de abril (nas vésperas do pedido de resgate por parte do governo português), segundo dados da CMA DataVision.

A distância entre o risco português e irlandês amplia-se; a probabilidade de bancarrota em Dublin mantém-se no patamar dos 37%, apesar de também estar em alta.

Fruto deste agravamento do risco, as yields (juros implícitos) das Obrigações do Tesouro (OT) portuguesas no mercado secundário estão a disparar nas maturidades de menor prazo, a 2, 3 e 5 anos. Os juros a 5 anos estão em 10,42%, novo máximo histórico e manifestam tendência para a subida, segundo dados da Bloomberg.

Vários elementos estão a toldar a "calma" dos mercados financeiros da dívida. As sondagens na Finlândia apontam para 50% do eleitorado contra o resgate a Portugal. Os finlandeses vão a votos no próximo domingo e os resultados eleitorais podem vir a ter implicações na posição oficial da Finlândia no seio da zona euro.

A par desta contenda política, os investidores no mercado da dívida soberana estão inquietos com a perspetiva de uma reestruturação da dívida grega num prazo mais curto do que o previsível, o que iria colocar em cheque toda a estratégia da Comissão Europeia, do Banco Central Europeu e do Fundo Monetário Internacional para evitar a todo o custo processos de reestruturação e reescalonamento de dívidas soberanas na zona euro. Caindo a primeira peça do dominó, o contágio ficaria na ordem do dia.
Juros da dívida espanhola disparam também

Hoje de manhã, as yields em todas as maturidades das obrigações espanholas estão em alta acentuada, com variações na subida diária entre 1,5% e 2,2%. A maior pressão concentra-se nas maturidades a 2 e 3 anos, as de menor prazo, onde os juros estão ainda no patamar dos 3%. Também o risco de default de Espanha aumentou, estando agora em 18,4%. No dia do pedido de resgate por parte de Portugal fechou em 16,4%.

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous O Cara de Cu disse...

Isto cheira-me a merda por tudo o que é sitio.

Só faltava agora o papa almoços vir-nos dar lições de português.

Um belo toro de couve pelas nalgas acima é o que esse gajo anda a pedir...

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Uma sugestão:
Pôr estes fdp dos partidos todos s trabalhar, porque bastava este dinamarquês para pôr as contas todas em ordem.

É o fado!...

... e o fado português é este: não se saber governar.

quinta-feira, 14 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Não se preocupem tanto com o FMI!!! Há coisas bem mais perto de nós que deve ser motivo de grande preocupação... vejam a Câmara Municipal de Portalegre é só dividas e agora até já se penhoram coisas e ninguém faz nadaaaa!!!! Deixem o Zé fazer na C.M o que tem feito em tudo o que se mete... Acabar com tudo em falência e deixar a cidade nesta banca rota... A fundação Robinson vai oferecer aos amigos pois deixou roubar tudo mais uma penhora: " A Fábrica " mas onde anda o PS a CDU e todo o resto que pode fazer alguma coisa para impedir este devaneio do SR. Mata???? Internem o homem anda louco e as suas vereadoras igualmente tudo para o olho da rua..

sexta-feira, 15 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Então a Fábrica não é da XAnax e do Camões? Que impeçam esse Mata de destruir tudo.... Ou também já comem como o outro??? Mas que vergonha onde anda a oposição??? é só tachinhos??? Deixem penhorar tudooooooooo

sexta-feira, 15 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Mantendo o mesmo nível de comentários, não sei quem ainda consegue ler. Deixe-se de comentários jocosos, e façam alguma coisa pela VOSSA terra!!

sexta-feira, 15 abril, 2011  
Anonymous O Cara de Cu disse...

Já tínhamos o corta fitas para animar os belos almoços pagos pelos nossos bolsos. A velha apesar de rabugenta ainda gasta meia solas com os Catrogas lá do bairro. O Lipinho depois de colocada a fechadura nova paga pela equipa do Mata já tem bilhete de ida. O Engomas está de mochila aviada. Mas…

Faltava o Nobre! Prá presidência, pois claro.

Agora sim, esta merda atingiu o cume da competência técnico-politico-cientifica!

Esta noite já vou dormir descansado!

sexta-feira, 15 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

bom fim de semana aos pequenos da má língua.... a propósito será que algum dos senhores,viram a excelente reportagem do telejornal da SIC a crise do comercio ...agora quero ver aqui os supostos empresários , e que digam o que fazer por esta terra chamada Portalegre e que iniciativas tem para contornar o negocio das suas excelências .

sexta-feira, 15 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Por acaso já deram conta neste "blogue" de alguém falar sobre o ruído do trânsito nesta cidade? É assistir, de noite ou de dia, aos pseudo-motocards a abrir, mesmo com sinalização luminosa, fazendo o máximo ruído a escape livre, sem que as autoridades se vejam a actuar? Isto sim seria uma óptima intervenção, de modo a que a policia pudesse ver a sua actuação e prol do bem estar da população da cidade de Portalegre. Pensem nisto!!

sábado, 16 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Esta cena macaca da lista de candidatos do PS por Portalegre é o maior embuste e a maior trafulhice política de sempre no Distrito... Entra Rondão, sai Rondão; sai Jorge, entra Jorge, sai Jorge, entra Jorge...; sai Calha, entra Calha???

sábado, 16 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

depois de muitos queijos saídos da fábrica na carrinha da menina e sem entrar dinheiro, o capitão pôs-se em sentinela. aí o maioral entrou em defesa da cachopa que é caloteira como ele e que só em Nisa deve mais de 150 mil contos (não são euros, são contos dos antigos) e resolveu tirar o gabinete e a chefia ao capitão para o castigar por ter entrado na lista partidária que não era veneranda e obrigada a ele em portalegre, depois até houve queixas na gnr de monforte e está a coisa dos queijos de pantanas como de pantanas tudo está em portalegre. LINDO!

sábado, 16 abril, 2011  
Anonymous O Cara de Cu disse...

Esses filhos de puta que às tantas da matina andam por aí armados em aceleras com os escapes livres, têm tido muita sorte. Um dia destes amandei com um vaso de flores (cerca de 4 kg) sobre um que passou por aquí armado em parvo que só não lhe caiu nos cornos por 3 ou 4 centimetros. Ainda não perdi a esperança de mandar com dois ou três para o hospital com os capacetes feitos em merda.

sábado, 16 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Pedro Marques, Secretário de Estado da Segurança Social, é o cabeça-de-lista do PS em Portalegre

domingo, 17 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Está então completa lista dos 1ºs nomes dos principais partidos ás próximas legislativas:

PS - Pedro Marques (*)
PSD - Cristóvão Crespo
Be - Paulo Cardoso
CDU - Luísa Araújo (*)
CDS - Paulo Caetano

(*) oriundo/a da incorporação 2011 do Corpo de Tropas "Páraquedistas"

domingo, 17 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

é só merda.. é mesmo diarreia, e não pára

que o distrito se afogue na merda

domingo, 17 abril, 2011  
Anonymous António P. disse...

Era bom que os socialistas apresentassem a verdadeira história da lista de candidatos a deputados.
Chega de importar candidatos de merda
para o distrito de Portalegre.
Estamos fartos de taxistas importados.

domingo, 17 abril, 2011  
Anonymous El Cara del Cuelo disse...

Não é possível. Há nitidamente um agitador a soldo do PS/PSD entre os nossos bloguistas.

Com que então Paulo Caetano é o homem forte a propor pelo CDS em Portalegre?

Não acredito! Paulito que tiene los cocones más negros que el toro transformado num lacaio do feirante? No lo creio!

http://aeiou.caras.pt/users/0/14/paulo-caetano-b927.jpg

domingo, 17 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

E temos também o nosso conterrâneo José Manuel (Mané) Matos Rosa, que desta vez é candidato por Faro, e com eleição garantida uma vez que é o nº 2 da lista.

segunda-feira, 18 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

É só papões!!! Ps,PSD tudo quer é comer... a fome é a mesma poderrrrrr... Quanto aos queijinhos que a filhinha desviou foi só uma pequena amostra do que está gentinha é capaz.. Depois armam-se em dondocas a menina nunca acabou o curso e qualquer dia nem para varredora da autarquia serve pois está pior que o pai... O Capitão vai por termo a roubalheira e o Zé Mata já era...

segunda-feira, 18 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

Qualquer dia tem que por as cuecas no prego..ou então vai pedir a Fundação Robinson.. desenrasca sempre o Zé até porque XAnax e o Zé são amiguitos de longa data.. há coisas que nunca se esquecem...

segunda-feira, 18 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

O pastor da IURD

No congresso do PS em Matosinhos, José Sócrates deu imensas «garantias» sobre variadíssimas coisas.
E fê-lo cheio de convicção, como se acreditasse no que dizia.
E os que o escutavam pareciam também acreditar.
Não seria aquele o mesmo homem que, dois dias antes de pedir ajuda externa, afirmava que Portugal não precisaria de fazer nenhum empréstimo ao estrangeiro?
Em Matosinhos, Sócrates proclamou também que o PS vai salvar o país da crise em que a «irresponsabilidade da oposição» o mergulhou.
E atacava o comportamento do PSD, enfatizando: «Nós não vamos deixar que se esqueça o passado».
E dizia isto sem se rir.
Como se não fosse o mesmo homem que chefiou o Governo durante os últimos seis anos.
Sócrates dirá estas coisas com convicção ou com calculado cinismo?
Fá-lo-á inconscientemente ou terá plena consciência do que está a fazer?
Estará alucinado ou será um propagandista bem ciente do seu papel?
O caso é grave.
Ao assistir ao que se passava naquele salão de Matosinhos, eu interrogava-me: o PS não corre o risco de ser empurrado para uma aventura por um homem obcecado, megalómano e ansioso por uma revanche?
Aquele ambiente de hiper-excitação e glorificação acéfala do líder não será o prenúncio do fim?
SERÁ que no PS está tudo bom da cabeça?
Será que o PS se esqueceu de que, nos últimos 15 anos, esteve 12 no poder?
E de que valem as garantias de alguém que, por isto ou por aquilo, não cumpriu quase nenhuma das promessas que fez?
As suas promessas foram caindo uma a uma: a baixa dos impostos, o crescimento da economia, as grandes obras públicas, a diminuição do desemprego, a criação de 150 mil novos postos de trabalho, a redução do défice, etc., etc.
As raras promessas que Sócrates cumpriu foram as mais fáceis: a despenalização do aborto e o casamento dos homossexuais.
Percebe-se que as pessoas continuem a apreciar a sua energia, a sua combatividade, a sua resistência, o seu jeito para virar as culpas contra os adversários, o seu talento de vendedor, até o seu cinismo; mas depois de todas as cambalhotas a que assistimos, alguém de boa-fé poderá ainda acreditar nas suas garantias ?
De há três anos para cá, José Sócrates perdeu a capacidade de se antecipar aos acontecimentos - e passou a correr como um louco atrás deles.
Começou a tentar tapar com medidas avulsas os buracos que iam surgindo.
E, através de uma propaganda agressiva e dispendiosa, tentou criar uma realidade artificial.
Mas a realidade acaba sempre por se impor - e o Governo viu-se forçado a lançar mão de sucessivos PECs.
Sentia-se que o país escorregava num plano inclinado do qual não conseguia sair.
Por essa razão, muita gente sentiu-se aliviada com o pedido de ajuda externa: era preciso interromper aquela correria sem fim à vista.
Agora, o líder socialista continua a correr desvairadamente atrás de uma quimera.
Recauchutado, apresenta-se como novo às eleições.
Na história que conta, tudo corria bem em Portugal - até que a oposição, num acto irresponsável, lançou o país na desgraça.
E os socialistas fingem acreditar, porque é o que querem ouvir.
No discurso final do Congresso, quando se esperava uma intervenção cautelosa chamando os portugueses à realidade, abrindo as portas a futuros compromissos, preparando o país para as dificuldades que aí vêm, Sócrates não resistiu a ser ele próprio: fanfarrão, glorificando a sua governação, espadeirando à direita e à esquerda, prometendo mundos e fundos.
Sócrates não parecia um candidato a primeiro-ministro: parecia o pastor de uma igreja evangélica.
E o Congresso do PS não parecia o Congresso de um partido político: parecia um encontro da IURD.
Jaime Gama foi o único que mostrou lucidez.
O resto dos socialistas quer continuar a viver no reino da ilusão.

José António Saraiva

segunda-feira, 18 abril, 2011  
Anonymous o Cara de Cu disse...

Mas esse Mané não é o mesmo gabiru que um dia se disfarçou de político social-democrata e fez uma viagem de comboio entre Portalegre e Lisboa na companhia de uma tal Beleza?

Os espreitas de então (internacionalmente conhecidos por «voieurs») garantiram que, à chegada de Santa Apolónia, a Dona Beleza já tinha arrecadado quatro decretos escritos ali mesmo pela caneta do candidato a deputado.

Granda Mané! Tiro-lhe o chapéu…

segunda-feira, 18 abril, 2011  
Anonymous Anónimo disse...

O Mané afinal vai em 11º da lista de Lisboa, também facilmente elegível; embora a informação que era o 2º em Faro também tenha constado no site do PSD (entretanto foi apagada).

segunda-feira, 18 abril, 2011  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter