quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O DESEMPREGO À JANELA NUMA ILHA

Um silêncio d'alma nós à janela
Uma janela sobre Angra
Com o seu casario maioritariamente branco.
À janela o território, pão e vigilância
Advém moldura onde se fecha a memória
Com a luz coada de uma folhagem que
Até ao mar cai em íngremes socalcos.
Uma espuma negra e industrial
De restos e contentores
Cheios de gatos vagarosos e cães que rangem
Ao sol, ao tanto sol do pátio da alfândega
Onde, com o salário por um fio
Andam homens e mulheres à deriva
Enquanto nós, sopa pão sumo de laranja
Sorrimos, sorrimos.

Carlos Bessa
Em Trânsito

Etiquetas: ,

10 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

-























































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-














































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-









































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-






















































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-
















































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-























































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-




























































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-


































































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

-










































































































































-

quarta-feira, 02 setembro, 2009  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

Site Meter